Flamengo

Diego Alves, Diego Ribas e Filipe Luís poderão assinar pré-contratos com outras equipes no fim de junho

Diego Alves e Diego
Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Titular absoluto no gol rubro-negro, Diego Alves completou 36 anos na última quinta-feira (24). Ele, Diego Ribas e Fillipe Luis formam a chamada “Geração 85” do Flamengo, que, dentro de uma semana, estarão livres para assinar pré-contrato com qualquer equipe.

Um dia após a despedida de Gerson, na vitória sobre o Fortaleza por 2 a 1, Diego Alves completou 36 anos de idade. Apesar da idade avançada, não há dúvidas de que ele é o dono absoluto da posição de goleiro do Flamengo. Seu companheiro de equipe e da chamada “Geração 85”, Fillipe Luis, postou um vídeo nas redes sociais parabenizando o goleiro.

Apesar das comemorações, um fato pode preocupar a torcida rubro-negra. Diego Alves, Diego Ribas e o próprio Fillipe Luis estão na reta final de contrato com o Flamengo, podendo assinar um pré-contrato com qualquer equipe dentro de uma semana. A partir do dia 30 de junho, o trio estará legalmente livre para acertar com outro clube, já que seus contratos chegam ao fim no dia 31 de dezembro.

Apesar de nenhum deles dar pistas de que deseja sair do clube, o goleiro já viveu situação parecida no começo do ano, quando, depois de muita especulação e negociação, renovou seu contrato até o fim de 2021. Agora, entrando nos últimos seis meses de contrato, pode-se esperar novas especulações nos próximos meses.

Siga o Esporte News Mundo no FacebookTwitter e Instagram.

Fillipe Luis foi o único dos três a se pronunciar recentemente sobre uma possível renovação. O lateral afirmou que não está preocupado e que espera que um novo contrato seja firmado em um futuro próximo.

Porém, nada se ouviu até agora dos outros dois membros da “Geração 85”. Diego Alves tem posição garantida no time titular, uma vez que a comissão técnica ainda não vê segurança suficiente nos seus reservas Hugo e Gabriel Baptista, apesar de ambos terem demonstrado ter potencial.

Fillipe Luis também é figurinha carimbada no time titular de Rogério Ceni, que conta ainda com Renê e o jovem Ramon para a posição.

Diego aproveitou a chance que teve de voltar ao time titular no meio do Brasileirão de 2020, e desde então não saiu mais da equipe. Porém, com o Flamengo demonstrando interesse em jogadores que atuam na mesma faixa de campo, pode ser o que tem a vaga menos garantida entre os 11 titulares.

A “Geração 85” começou com a contratação de Diego em 2016, seguida por Diego Alves em 2017 e, por último, Fillipe Luis em 2019. Tendo conquistado um caminhão de títulos até agora pelo Flamengo, não há dúvidas a respeito do desejo da torcida em suas permanências. Cabe agora ao Flamengo definir nos próximos meses se deve ou não renovar com esses três pilares da equipe.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top