Atlético-MG

Diretor de futebol do Atlético-MG desmente má relação entre Sampaoli e Éder Aleixo

Diretor de futebol do Atlético-MG desmente má relação entre Sampaoli e Éder Aleixo
Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG

Após o comunicado da saída de Jorge Sampaoli do comando técnico do Atlético-MG, muito se especulou sobre os motivos da saída do treinador. Muito se fala sobre a forma do técnico argentino trabalhar, que é muito intenso e que seu jeito poderia ter desagradado pessoas de dentro do clube.

Chegou a se falar que o treinador argentino não permitia a presença da comissão técnica fixa do Atlético-MG durante os treinamentos. Porém, em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (23), na Cidade do Galo, o diretor de futebol do Galo, Rodrigo Caetano desmentiu essa especulação.

Ao falar sobre o time que enfrentará a URT no próximo domingo, no Mineirão, às 18h15, pelo Campeonato Mineiro, o diretor de futebol do Atlético-MG disse que, se não houver definição do novo técnico até lá, a comissão técnica fixa comandará a equipe, de acordo com o que vinham trabalhando junto de Sampaoli.

— Em relação a quem vai comandar, se até lá não tivermos o técnico no domingo, nós temos uma comissão técnica aqui permanente, que são os auxiliares do clube. Hoje, com o apoio do Jorge Sampaoli, que é o Lucas Gonçalves, Éder Aleixo, Renatinho, a princípio são eles que irão comandar a equipe. Diferente do que muitos dizem, eles que são apoiadores, participam dos treinamentos, então a ideia é que se modifique o mínimo possível nesse sentido — disse o diretor de futebol do Atlético-MG.

A última partida do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro de 2020 será ainda com a comissão técnica do argentino, com Jorge Desio no banco de reservas, já que Sampaoli está suspenso por ter recebido cartão vermelho diante do Sport. O Galo pega o Palmeiras na próxima quinta-feira (25), às 21h30, no Mineirão.

Rodrigo Caetano ainda detalhou como será o começo do planejamento para 2021, quando de fato, começa a temporada deste ano. O diretor de futebol alvinegro citou que os jogadores com mais jogos na temporada receberão um recesso, mas sem prazo definido.

— Na sexta, nós vamos nos reunir aqui. Alguns dos atletas que tiverem mais minutagem receberão alguns dias de recesso, ainda não definimos o período. Juntos com a equipe de transição, iremos iniciar o campeonato estadual e lá na frente iremos avaliar se vamos dar um descanso ou não para aqueles que iniciarem agora. A idéia é fazer tudo isso no período de maro para que em abril tenhamos o time totalmente pronto para início da fase de grupos — detalhou o diretor de futebol atleticano.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top