Botafogo

Dívida aumenta em mais de 139 milhões no balanço do Botafogo de 2020

Foto: Divulgação

Não foi só com o Botafogo, mas a pandemia do novo Coronavírus agravou ainda mais a dívida do Glorioso para 2021. Sem poder contar com bilheteria, estádio fechado desde março de 2020, e sem contar com patrocínios, o déficit foi superior a 139 milhões.

O balanço apresentou uma dívida de patrimônio de R$ 869.319 milhões. “O cenário financeiro foi visivelmente agravado no último ano, mas é resultado de décadas de práticas de gestão não profissional. A nova Administração está engajada na transformação e reconstrução para um modelo profissional, eficiente e aderente com as melhores práticas de mercado”, revelou o Glorioso em nota.

DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS DE 2020 – BOTAFOGO

O clube segue dando seus passos pensando em se transformar em clube empresa, o que pode ser uma solução para essas dívidas. Vale lembrar que o primeiro projeto, na antiga diretoria, não foi a frente, entretanto, um outro plano vem sendo estudado e pode ser colocado em votação no clube.

A situação é complicado e já era sabida internamente. Com o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, todos sabiam que as receitas iriam diminuir e esse problema se agravar. Pensando na atual temporada, uma fonte de receita importante, a Copa do Brasil, não será mais bem vida já que o clube acabou eliminado na segunda fase da competição o que complica ainda mais o caixa.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top