Internacional

Dos gritos de ‘atropelem os caras’ até a festa no vestiário: Os bastidores da vitória colorada no Gre-Nal 429

Reprodução/Internacional

O Gre-Nal de 429, vencido pelo Internacional por 2 a 1, foi certamente de muita emoção para a torcida e jogadores. O sentimento, de vencer esse clássico, só pode ser sentido, realmente, com fanatismo e paixão por um dos lados. Abel Braga, em coletiva, chegou a provocar um repórter ao ser questionado sobre a emoção de triunfar no duelo. “Você é colorado? É obvio que não vai responder, mas se for, você entende bem o que é isso”, disse o treinador. E, foi exatamente essa frase que o colorado usou para abrir os vídeos de bastidores da vitória, que teve muitos gritos e comemorações.

Para compreender o quanto importava esse Gre-Nal, entretanto, é necessário conhecer alguns detalhes. Além de valer a liderança isolada do Brasileirão, esse clássico tinha o peso de um tabu do Inter não vencer o Grêmio há 11 jogos. Tanto é que, durante toda a preparação pré-jogo, foi possível escutar gritos pedindo entrega para superar o rival, que estaria “engasgado”. Isso por causa de diversas provocações do elenco tricolor contra os colorados nesse período.

Capitão colorado, Rodrigo Dourado foi o primeiro, ainda no aquecimento, a relembrar que era preciso quebrar esse tabu. Aos gritos, ele disse: “É hoje, não pode passar de hoje. É eles lá do outro lado. Vamos ganhar deles. Bora entrar seguros e concentrados”. Lateral-esquerdo titular, Moisés é outro que costuma pedir a palavra antes dos confrontos. Diferente do companheiro de equipe, ele foi mais direto em admitir o quanto ansiava por superar o Grêmio. “Eu estou engasgado há muito tempo já. De hoje não passa. Mais uma guerra rapaziada”, disse aos gritos, e emocionado, o atleta.

“Atropelem os caras”

Rodrigo Dourado e Moisés podem ter falado para o grupo frases curtas de apoio, mas não foi deles o principal discurso. Goleiro reserva, Danilo Fernandes pediu a palavra. Sem comentar o tabu contra o Grêmio, o jogador preferiu relembrar a campanha colorada no Brasileirão e pedir entrega para todos aqueles colegas lesionados – como já havia feito anteriormente. Todavia, aos gritos, ele pediu entrega dos titulares para “atropelar” o rival.

– Olha a oportunidade que nós estamos tendo. Responde dentro de você, o que você quer para a tua vida daqui 6, 7 jogos? Não deixem a oportunidade passar. Mais uma vez eu falo para jogarem pelos nossos irmãos lesionados que queriam estar aqui vestidos. A oportunidade está aí e é o que queremos para o nosso futuro. Atropelem os caras – disse Danilo Fernandes aos gritos, na rodinha pré-jogo.

Gritos e cânticos da torcida

A pressão, de não ganhar Gre-Nal, havia terminado. Além disso, os resultados paralelos ajudaram e o colorado ampliou vantagem na liderança. Por conta de todos esses fatores, o elenco vermelho, assim que chegou no vestiário, começou a cantar, em coro, o tradicional cântico “Vamo, vamo, Inter!”. Até mesmo o presidente Alessandro Barcellos dava gritos de euforia e pulava em meio aos atletas.

Os discursos internos pós-vitória

Autor do gol da virada, Edenilson foi o primeiro a falar, para as câmeras, sobre a vitória. O jogador fez questão de ressaltar o trabalho do clube, e do elenco, na briga pela ponta do Brasileirão. Todavia, ele mantém os pés no chão e pede “consciência” de que tem muito campeonato pela frente e que é preciso “manter a pegada”.

Por fim, como não poderia ser diferente, foi Abel Braga quem pediu a palavra. Líder colorado nessa sequência espetacular – a maior do time na história do Brasileirão – o treinador fez questão de elogiar os atletas como pessoas. Ele falou, aos gritos, que desconhecia como os jogadores haviam encontrado forças para reverter o marcador.

– A maior virtude do ser humano, em qualquer situação da vida, é cair e levantar imediatamente. Vocês foram buscar força eu não sei de onde. Que demonstração de honra que vocês deram. E domingo que vem vamos fazer nossa parte mais uma vez – Finalizou, aos gritos e emocionado, Abel Braga, já projetando o próximo confronto, contra o Red Bull Bragantino.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top