Ponte Preta

‘É maravilhosa’, define Renatinho sobre volta à Ponte Preta em 2021

'É maravilhosa', define Renatinho sobre volta à Ponte Preta em 2021
Crédito: Diego Almeida / AA Ponte Preta

Contratado com status de ‘cereja do bolo’, Renatinho está de volta à Ponte Preta. Anunciado como reforço na última semana, meio-campista topou redução salarial considerável em relação ao que recebia na China para retornar ao Moisés Lucarelli.

Em entrevista à PonTV, meio-campista, prestes a reestrear pela Macaca, comentou a respeito da sensação de voltar ao clube onde ganhou destaque na Série B do Campeonato Brasileiro de 2011.

+ Fábio Moreno nega perfil reativo da Ponte Preta: ‘Procuro propor o jogo’

“A sensação de retornar para Ponte é maravilhosa. A família também está na expectativa muito grande. Eu mais ainda. A cada treino, a cada emoção de estar perto da estreia de novo e de ajudar o time. Então, quando vestir a camisa, quero relembrar daqueles tempos também e fazer melhor”, afirmou.

“Eu acho que a gente tem sempre que fazer o melhor. Então, ao vestir a camisa, a gente procura dar o nosso melhor e honrar esse manto aqui, que é muito importante. É um time de expressão e um time grande que merece estar na primeira”, acrescentou.

MEMÓRIA

Renatinho também aproveitou bate-papo com os torcedores, que enviaram perguntas nas redes sociais, para relembrar e contar detalhes da primeira passagem na Ponte Preta.

“O gol do acesso em 2011 foi um dos mais importantes para mim. É claro que, quando a gente estreia no profissional, tem chance de fazer gol e é sempre marcante também. Pelo acesso em si, já está em um momento bem crucial da minha carreira, em 2011 eu vinha jogando na Série A e na Série B também. Então marcou bastante para mim. Logo após desse gol, depois do jogo, teve o último jogo contra o Náutico, eu estava com o tornozelo um pouco debilitado. Eu não fui para esse jogo, mas, de qualquer forma, foi marcante demais. É uma felicidade enorme poder botar a Ponte no seu lugar de novo”, contou.

“Em 2011, a gente tinha um grupo muito fechado e um grupo muito unido também. Estou chegando agora. Estou conhecendo a rapaziada. Eu vejo que o time aqui também é fechado e unido. Esperamos aí, juntos, terminar bem o Campeonato Paulista, ir bem na Série B e subir o time de novo, se Deus quiser”, prosseguiu.

“Não tem como. O último jogo do acesso de 2011 foi o mais marcante. Foi o último jogo do acesso. A gente estava nessa expectativa o ano inteiro. Desde quando começou o Paulista, todo mundo tentando se ajudar. Quando entrou no Brasileiro, era aquela expectativa de botar o time na primeira. Foi um ano difícil, mas não tem como. O último jogo do acesso foi um ano marcante. Não tem como. Poder fazer também foi mais ainda. Então é essa a expectativa desse ano também. Esperamos, mais uma vez, alegrar vocês”, finalizou.

TABELA

Com tempo curto de recuperação, Ponte Preta, com dez pontos e na terceira colocação do Grupo D, volta a campo pelo Campeonato Paulista na segunda-feira, diante da Internacional de Limeira, no Estádio Moisés Lucarelli, às 20h.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top