Cruzeiro

Após eliminação na Copa do Brasil, Fábio, ídolo do Cruzeiro, declara: ‘Quem administra tem que correr atrás’

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro foi eliminado, nessa quarta-feira (9), da Copa do Brasil para a Juazeirense, em disputa de pênaltis. Após a desclassificação celeste, o goleiro e ídolo da Raposa, Fábio, desabafou sobre a situação financeira do clube, que contava com o dinheiro da classificação – R$ 2,7 milhões – para amenizar as dívidas. 

Em poucas palavras, Fábio disse que “quem administra o time que tem que correr atrás”. Ele declarou, ainda, que os jogadores farão o máximo para conseguir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Além disso, o ídolo celeste comentou a ausência de Rafael Sobis em campo após as reclamações do jogador quando substituído diante do CRB.  

Veja também: Cruzeiro terá 30 dias para pagar dívida de Arrascaeta sob pena de ‘transfer ban’

O experiente atacante cruzeirense sequer entrou no decorrer da partida ou foi utilizado na cobrança de penalidades. Segundo Fábio, foi “opção do treinador” – até então Felipe Conceição. Por fim, Fábio ressaltou que o principal objetivo do Cruzeiro para a temporada é o acesso à elite do futebol nacional. 

— Nossa preocupação é o Campeonato Brasileiro, o acesso, logo que como o maior campeão da competição não queríamos sair, mas a gente tem que focar no Brasileiro e tem que ser assim desde a saída da temporada – concluiu o defensor. 

O Cruzeiro ainda não somou pontos na Série B. Após a eliminação, o técnico Felipe Conceição foi demitido. Mozart, então, foi anunciado para o seu lugar nesta quinta-feira (10)

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top