Campeonato Brasileiro

Em lados opostos, Marcão e Renato fazem reencontro em clássico entre Fluminense e Flamengo

Arte: ENM

Qualquer clássico traz à tona a rivalidade entre os times, torcidas e jogadores. Apesar do clima de divergência no Fla-Flu, dois personagens dos clubes se cruzam ao longo do tempo. Os técnicos Marcão e Renato Gaúcho fazem reencontro entre Fluminense e Flamengo, neste sábado, às 19h, no Maracanã, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Esporte News Mundo acompanha o duelo em tempo real.

Marcão e Renato já se cruzaram três vezes. A primeira vez aconteceu ainda no século passado, em 1999, quando os dois atuaram pelo Bangu, mas não foi uma parceria longa. Renato Gaúcho foi convidado pelo diretor de futebol do Bangu, Bris Belga. Na apresentação, atraiu quase cinco mil pessoas à Moça Bonita. O ex-atacante, porém, jogou alguns amistosos de pré-temporada e fez duas partidas pelo Campeonato Carioca. Em ambas, teve atuação discreta. Depois disso, decidiu se aposentar. O ex-volante também foi emprestado algumas vezes.

Em pé, Marcão é o sexto jogador (esquerda p/direita). Agachado, Renato Gaúcho é o primeiro (esquerda p/ direita). Foto: Reprodução

Após isso, o encontro foi acontecer somente em 2002 e que durou por quase um ano no Fluminense. Na época, Renato Gaúcho já era técnico e Marcão ainda era jogador. Em setembro, o comandante treinou a equipe das Laranjeiras, mas deixou o cargo quase um ano depois, em julho de 2003. Porém, poucos meses depois, entre outubro e dezembro daquele ano, teve nova passagem pelo clube carioca. Nestas chegadas e saídas, o volante Marcão tinha total confiança do técnico, sendo o capitão e teve sequência de jogos para mostrar seu trabalho. Tanto que saiu somente em 2005, quando recebeu proposta da Arábia.

Pela terceira vez, os dois voltaram a se reencontrar novamente no Fluminense, mas levou mais de 10 anos para isso acontecer. Em 2014, Renato Gaúcho assume o clube tricolor e Marcão é colocado para ser seu auxiliar técnico. O treinador se mostrou bastante receptivo à chegada do novo auxiliar. Os dois foram vistos diversas vezes conversando nos treinamentos. Antes disso, a diretoria do Flu tentou colocá-lo como auxiliar de Vanderlei Luxemburgo, que não gostou da ideia.

Renato e Marcão em treino do Fluminense (Foto: Divulgação/Fluminense)

E o quarto reencontro vai acontecer, mas de uma maneira de diferente. Marcão veste a camisa do Fluminense, enquanto Renato a do Flamengo. O treinador tricolor possui longa história vestindo verde branco e grená, tanto como jogador e também como treinador. Dentro de campo são 397 jogos e 22 gols marcados pelo time das Laranjeiras, além de ter conquistado o Campeonato Brasileiro da Série C em 1999, a Taça Rio em 2005 e os Cariocas de 2002 e 2005. Fora das quatro linhas, Marcão faz parte da comissão técnica do Fluminense desde 2014, quando curiosamente Renato treinava a equipe tricolor. Sob o comando do time carioca, o auxiliar/treinador já esteve na beira do campo em 59 oportunidades, com 24 vitórias, 19 empates, 16 derrotas e conquistou a Taça da Solidariedade em 2020.

+ Arrascaeta é convocado em pré-lista do Uruguai e pode desfalcar o Flamengo em novembro

+ Nino e Bobadilla são desfalques do Fluminense para o clássico contra o Flamengo

Já Renato Gaúcho, possui passagens pelos dois times, como jogador e treinador. Atuando com as cores rubro-negras, Portaluppi participou de 165 jogos, marcou 52 gols e conquistou importantes títulos, como: Copa União 1987, Taça Guanabara em 1988 e Copa do Brasil no ano de 1990. Como jogador do tricolor, Renato protagonizou um dos lances mais conhecidos do futebol carioca: o gol de barriga. Além disso, atuou 66 vezes, marcou 26 gols e conquistou o famoso Campeonato Carioca de 1995, em cima do Flamengo.

Como treinador, Renato comandou o Fluminense em quatro diferentes passagens e possui um total de 202 jogos a frente do time das Laranjeiras, com 87 vitórias, 52 empates, 32 derrotas e foi campeão da Copa do Brasil de 2007.

Confira os anos:

– 2002/2003

– 2007/2008

-2009

-2014 (com Marcão de auxiliar técnico)

Como comandante do Flamengo, Portaluppi chegou ao Ninho em julho deste ano para substituir Rogério Ceni e só dirigiu o Rubro-Negro em 27 oportunidades. Até aqui, são 20 vitórias, 5 empates e 2 derrotas, com mais de 80% de aproveitamento.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Os dois duelam por objetivos parecidos no Campeonato Brasileiro. Marcão, pelo lado do Fluminense, busca se manter na parte de cima da tabela para conquistar vaga na Copa Libertadores para 2022. Com mais responsabilidade, o Flamengo, de Renato Gaúcho, quer se aproximar ainda mais do líder Atlético-MG e tentar trazer o tricampeonato para Gávea. Além disso, busca título da Copa do Brasil e Libertadores.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top