Flamengo

Em meio à maratona de jogos, Flamengo sofre com lesões e departamento médico lotado

Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

O Flamengo não passa apenas por uma fase ruim no campo. Para deixar a situação ainda mais difícil, o clube passa por um momento delicado quando o assunto é o Departamento Médico. Com o setor lotado, Paulo Sousa tem tido dificuldades não só para montar o time, mas também para manter o rodízio no elenco diante de tantos jogos em um calendário apertado.

O último a entrar para a lista de contundidos foi Filipe Luís. O lateral-esquerdo saiu aos 23 minutos do primeiro tempo no clássico contra o Botafogo com dores na panturrilha. Juntam-se a ele: Fabrício Bruno, Matheus França (fratura na fíbula), Gustavo Henrique (recupera lesão no quadríceps), Vitinho (recupera lesão na coxa), Pedro (dores no adutor da coxa) e Santos (lesão no quadríceps).

+ Perto de clube paulista, Fabio Matias se despede do sub-20 do Flamengo: ‘Difícil, porém, necessário’

+ Torcida do Flamengo esgota setor visitante do Castelão para duelo contra o Ceará

Matheuzinho já foi liberado pelo DM, mas foi poupado do clássico contra o Botafogo. Marinho e Léo Pereira foram relacionados contra o Botafogo após alguns dias afastados, mas ambos ainda não têm condições de jogo. Contra o Talleres, na quarta-feira passada (04), Pablo sentiu dores na região posterior da coxa esquerda e deixou o campo antes dos 15 minutos do primeiro tempo. O técnico Paulo Sousa foi questionado sobre o grande número de lesões nesta temporada, mas preferiu minimizar e apoiar o Departamento Médico do clube:

– Não fico Irritado. Já disse publicamente: temos uma relação com o departamento médico muito boa, temos muita confiança no trabalho deles. Procuramos interagir todos os dias, perceber o que podemos fazer para melhorar e ter os jogadores sempre disponíveis. Não tendo, temos mais dificuldades e instabilidades no processo. Até porque, sem a possibilidade de trabalhar, como o Botafogo teve durante a semana, conceitos, estratégias e poder aliar a participação de alguns jogadores, torna-se um agravante. No entanto, estamos confiantes de que vamos melhorar esse detalhe. A grande maioria das lesões são articulares ou lesões que não são muito normais. Estamos tentando perceber de que forma podemos minimizar as lesões musculares – disse o treinador português.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Com um Departamento Médico lotado, Paulo Sousa tenta montar o time que vai enfrentar o Altos-PI, nesta quarta-feira (11), pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 19h30 (de Brasília). Na ida, o Flamengo venceu por 2 a 1 e pode até empatar para avançar às oitavas.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top