Copa do Brasil

Em noite de gols anulados, Ponte Preta é derrotada pelo Cascavel e dá adeus à Copa do Brasil

Foto: Daniel Malucelli/Cascavel

Ponte Preta e Cascavel se enfrentaram nesta terça-feira (22), no Estádio Municipal Arnaldo Busato, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil. Apresentando uma atuação pouco produtiva no campo ofensivo, a Macaca se viu vítima dos donos da casa, que triunfaram pelo placar de 1×0, com gol de Gustavo Giaretta. Com o revés, o clube campineiro foi eliminado da Copa Brasil logo em sua primeira partida na competição, fato que não se repetia desde a campanha de 2019.

PRIMEIRO TEMPO

Rapidamente demonstrando um ímpeto ofensivo que se repetiria durante a primeira etapa, os donos da casa registraram sua primeira finalização antes mesmo do primeiro minuto de jogo; a partir de uma sobra de bola na área, os Aurinegros somente puderam observar o atacante Carlos Henrique isolar a redonda por cima da meta pontepretana. Ditando o ritmo dos primeiros dez minutos, o Cascavel se mostrou detentor das ações ofensivas, pressionando a Macaca e forçando o clube campineiro a se restringir somente ao seu campo defensivo. Nas poucas oportunidades da Alvinegra no campo ofensivo, bolas longas direcionadas ao artilheiro Lucca não surtiram o efeito desejado.

Diante de tamanha pressão exercida pelo clube paranaense, a Ponte Preta foi capaz de registrar somente uma finalização certeira em direção à meta aurinegra; aos 19 minutos, Léo Naldi acertou uma pancada de fora da área, exigindo do goleiro Douglas uma defesa tranquila. Observando a inércia de seu oponente e falta de criatividade ofensiva, o Cascavel aumentou o volume de chances perigosas, testemunhando dois gols serem anulados por impedimento – em uma oportunidade com Léo Itaperuna e outra com Lucas Oliveira. Contudo, a insistência se mostrou recompensadora no último minuto do tempo regulamentar, quando o zagueiro Diego Giaretta aproveitou uma bola espirrada na área alvinegra e estufou a rede de Ygor Vinhas para inaugurar o placar.

SEGUNDO TEMPO

Os últimos 45 minutos se iniciaram com os donos da casa inaugurando as finalizações. Mais uma vez exigindo uma defesa de Ygor Vinhas, Alex Nemetz foi capaz de encaixar um bom chute, porém facilmente parado pelo arqueiro alvinegro. Como resposta, a Macaca também registrou uma finalização logo em seguida, aos quatro minutos, porém sofreu com a falta de pontaria de Pedro Júnior quando o atacante somente colocou a bola na linha de fundo. Após as investidas iniciais, os visitantes passaram a controlar as ações da partida, ditando um ritmo mais controlado e lento na tentativa de encontrar os espaços na defesa aurinegra.

Mesmo em um momento mais ofensivo, a Ponte Preta foi capaz de registrar uma boa chance somente após a introdução de Ribamar ao duelo, quando o atacante escapou da zaga adversária, mas tocou mal na bola e viu seu chute ser defendido por Douglas. Em outra oportunidade que rapidamente levou a torcida pontepretana da alegria à desolação, aos 31′, a Macaca viu a rede adversária ser balançada após a bola desviar em um zagueiro do Cascavel, mas o gol foi rapidamente anulado por conta de uma falta registrada na ação de ataque Alvinegra. Quase de forma imediata, a resposta veio também através de um gol anulado para o Cascavel, que acumulou seu terceiro tento desqualificado da noite.

Sucumbindo à pressão do placar e ao desespero, a Ponte Preta ainda se viu vítima de um cartão vermelho, apresentado para o zagueiro Fabrício após a participação do mesmo em uma confusão entre os jogadores. Com um a menos e incapaz de quebrar a muralha aurinegra, a Macaca sucumbiu diante dos donos da casa e encerrou sua campanha na Copa do Brasil 2022.

Para saber tudo sobre o PONTE PRETAsiga o perfil do Esporte News Mundo no Twitter, InstagramFacebook.

AGENDA

Voltando sua atenção ao Campeonato Paulista, a Ponte Preta buscará espantar a má fase diante do Mirassol, no próximo sábado (26), às 18h30, no Estádio José Maria de Campos Maia.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top