Red Bull Bragantino

Atuações ENM: Em noite inspirada de Hurtado, RB Bragantino vence o Fluminense de virada, mas sai eliminado no Nabizão; Veja Notas

RB Bragantino
Foto: Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino

Nesta quarta-feira (9), o RB Bragantino fez seu segundo jogo contra o Fluminense, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil. Depois de perder o primeiro confronto por 2 a 0, no Rio, o time de Maurício Barbieri enfrentou o Tricolor Carioca, no estádio Nabi Abi Chedid. Hurtado, entrou e marcou duas vezes, mas não conseguiu mudar a história do confronto, que teve a classificação do Flu, sendo derrotado no embate de volta por 2 a 1.

Mesmo começando a partida com a desvantagem da derrota por 2 a 0 no jogo de ida, o Massa Bruta não conseguiu criar chances reais de gol nos minutos iniciais. A primeira etapa foi equilibrada, o Fluminense não sofreu com o ataque do Braga, e também não ofereceu perigo ao goleiro Julio Cesar. No geral, o primeiro tempo terminou com um ligeiro domínio da equipe paulista, chegando duas vezes com perigo, nos chutes de fora da área de Luan Cândido e Jadsom, que exigiram a defesa do arqueiro Marcos Felipe. 

Após o intervalo, o RB Bragantino teve mais a posse de bola, adiantou as linhas de sua formação, encurralando o time Carioca. Porém, aos 15 minutos, Nenê abriu o placar, na cobrança de falta. Em busca da reação, Maurício Barbieri colocou Hurtado, tirando Helinho que criou pouco para o Braga. Aos 22 minutos, o atacante venezuelano empatou, finalizando de cabeça. No final da partida, o camisa 27 marcou mais um, mas já era tarde para levar o confronto para as penalidades. 

Para saber tudo sobre o RED BULL BRAGANTINO, siga o perfil do Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

DECEPCIONOU

Helinho: Atacante criou poucas oportunidades. Sua principal virtude, a jogada individual, não funcionou na partida, além de ter dificuldades na criação de jogadas ofensivas. Deixando a desejar durante o jogo, foi substituído na metade da segunda etapa, por Hurtado. 

DESTAQUE

Hurtado: Com apenas 27 minutos em campo, foi o principal jogador do Massa Bruta. Assim que entrou na partida, balançou as redes, criando esperanças para reação. No final do embate, marcou mais uma vez, mas prejuízo da partida de ida impediu transformar o atacante Venezuelano como Herói, ja que o Braga não conseguiu a classificação com a virada.

 NOTAS

Julio César: 5

Aderlan: 5

Léo Ortiz: 5,5

Nathan: 5,5

Luan Cândido: 6

Jadsom: 5,5

Evangelista: 5,5

Pedrinho: 5,5

Artur: 6

Ytalo: 5

Helinho: 4

SUBSTITUIÇÕES

Hurtado: 9

Cuello: 6

Chrigor: 5,5

Ramires: 5,5

Leandro: S/N

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top