Campeonato Mineiro

Em nota, Athletic requer áudios do VAR de partida contra Cruzeiro

Foto: Divulgação/Cruzeiro

No último sábado, em jogo válido pela segunda partida da semifinal do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro venceu o Athletic, pelo placar de 2 a 1, no Mineirão. Com o resultado, a Raposa se classificou à grande final da competição estadual, após duas temporadas fora da decisão.

Entretanto, em nota oficial, a equipe de São João del-Rei criticou a comissão de arbitragem, liderada pelo árbitro Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira, filiado à Federação Mineira de Futebol (FMF). Na figura de seu Diretor de Futebol, Fábio Ernesto Lima de Campos, o Athletic alega que foi prejudicado em dois momentos da partida.

Para o Esquadrão de Aço, houve interferência direta da arbitragem nos seguintes momentos: segundo gol do Cruzeiro, anotado por Vitor Roque, aos 45 minutos do primeiro tempo, quando, segundo o ofício, a bola bate no braço de Waguininho antes de sobrar para o autor do gol e aos 49 minutos da segunda etapa, quando Ricardo Oliveira tem condição legal, mas o impedimento é assinalado. Confira:

Leia também: Cruzeiro divulga preços de ingressos para final do Campeonato Mineiro

Além disso, o Athletic cita que o pênalti assinalado para a equipe do interior foi marcado somente depois de análise do árbitro de vídeo – VAR. Até por isso, o time solicita, respeitosamente, o áudio do equipamento, do minuto 40 ao 49, na primeira metade da partida.

Por fim, o Athletic pede também que a comissão de arbitragem utilizada (Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira, Guilherme Dias Camilo, Frederico Soares Vilarinho, Emerson de Almeida Ferreira e Andreza Helena de Siqueira) não participem das partidas que envolvem o clube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top