Corinthians

Empresário diz que Jonathan Cafu atrai interesse de clubes do exterior e espera definição do Corinthians

Empresário diz que Jonathan Cafu tem propostas do exterior. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians.

Ainda sem saber se permanece ou não no Corinthians para 2022, Jonathan Cafu vive um momento de incerteza no clube. O agente do jogador, no entanto, garante que o atacante tem interesse de outros clubes e aguarda posicionamento da diretoria alvinegra.

Em entrevista ao jornalista Alexandre Praetzel, o empresário Luisinho Piracicaba, dono da agência “Casa Soccer”, detalhou a situação de Cafu. “Temos uma consulta para ele voltar ao mundo árabe. Teve um clube turco, que procurou a gente semana passada. Teve gente da MLS. Esperamos o Corinthians definir o que vai fazer, se vai ser utilizado. Se não for, a gente busca um encaminhamento do jogador, seja por empréstimo ou outro meio”, explicou.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Com contrato até 2023, Jonathan Cafu passou a temporada passada emprestado ao Cuiabá e, ao que tudo indica, deverá também passar esse ano longe do Timão. O empresário defendeu seu cliente, disse que o jogador foi vítima de chacota e que abriu mão de dinheiro para ser contratado pelo Corinthians.

— Para mim, o Jonathan Cafu tem espaço em qualquer clube. Um jogador que atuou em 260 partidas na Europa, quase todas como titular, fez gol no Arsenal, Paris Saint-Germain. Tem muita gente que fala do atleta para fazer meme, mas quem vê jogo sabe disso — completou o empresário.

+ Robson Bambu faz exames médicos e fica próximo de assinar contrato com o Corinthians

Contratado pelo Corinthians no fim de 2020, Jonathan Cafu atuou apenas três vezes e não balançou as redes pelo Time do Parque São Jorge. No Cuiabá, entrou em campo 44 vezes e fez seis gols.

Jonathan Cafu treina no Corinthians durante a pré-temporada, mas não deve seguir no clube. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top