Athletico

Coritiba/Toledo não disputará Campeonato Paranaense Feminino; entenda a situação do clube

Coritiba/Toledo
Coritiba/Toledo (Foto: Carlos Chiossi/Movimento e Foco)

As movimentações referentes aos campeonatos femininos em 2021 estão a todo vapor, Corinthians, Ferroviária, Internacional, Grêmio-RS e tantos outros clubes já entraram em campo com suas equipes femininas adultas durante o ano de 2021; porém, do lado do Coritiba/Toledo as coisas andam menos movimentadas. O Coritiba por ser um clube com seu destaque considerável no cenário do futebol nacional, esperava-se que o clube tivesse uma infraestrutura de apoio e calendário com partidas durante o ano também para o futebol feminino, mas em 2021, o clube entrou apenas no Campeonato Brasileiro Sub-18 na categoria feminina e foi desclassificado na primeira fase.

Com a não participação do clube na categoria feminina adulta no Campeonato Paranaense, o Coxa não terá direito de disputar a vaga para o Campeonato Brasileiro Feminino A2 2021 e com isso não terá calendário oficial de partidas para a categoria no ano de 2021. O clube disputou apenas o Campeonato Brasileiro Feminino A2 no ano de 2020 e desde então as meninas do profissional não disputaram mais nenhuma partida oficial – na competição do ano passado, foram eliminadas na primeira fase.

Parceria Coritiba/Toledo

A equipe feminina do Coxa é uma parceria firmada com o Toledo Esporte Clube; parceria essa lançada no dia 29 de fevereiro de 2020. A parceria prevê com que o Verdão preste auxílio financeiro, a utilização dos uniformes da marca 1909 – marca própria do clube do Alto da Glória – e outros auxílios prestados pelo Verdão para com as meninas.  A parceria dos clubes entra na questão do Licenciamento dos Clubes, protocolado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que exige a formação de equipes femininas para a disputa das elites do futebol brasileiro. Tais informações constam no Site Oficial do Coritiba.

+ Aqui tudo sobre o Coritiba

Entenda a situação do Campeonato Paranaense Feminino de 2020

Não, não você não leu errado e não está escrito errado, o Coritiba/Toledo não irá disputar em maio de 2021 as finais do Campeonato Feminino de 2020. O calendário está deveras atrasado por conta do agravamento da situação em todo Brasil referente a Covid-19. Em novembro de 2020 a FPF (Federação Paranaense de Futebol) resolveu cancelar a competição por conta de toda a situação.

Em janeiro, a CBF estendeu até março o prazo para o inicio da competição, o Athletico-PR abriu mão da participação por conta de estar uma posição dentro do ranking de clubes da CBF que lhe fornecia uma vaga direta para o Brasileirão Série A2. O imperial e o Coritiba foram os dois únicos interessados na competição que seria disputada de uma simples maneira: dois jogos, ida e volta para definir o campeão; as partidas seriam realizadas no dia 17 e 21 de fevereiro. Porém, antes mesmo das partidas serem realizadas, novamente o campeonato foi cancelado, a FPF relatou que o Coritiba/Toledo era o único clube “interessado plenamente em participar da competição“.

Mas como o Imperial fica no meio disso tudo? O clube tinha concordado em disputar os dois jogos para definir o campeão da competição e a vaga para a Série A2, ao que tudo indica, antes mesmo do arbitral ser divulgado pela FPF, o Imperial teria desistido do campeonato; mas a história não parou por aqui, o clube por meio de nota divulgada na sua conta Oficial do Facebook, no dia 11 de fevereiro de 2021, deixou claro que ‘não teria entendido o motivo do cancelamento da competição’ – que em momento nenhum entrou em contato com a FPF para cancelar sua participação e que suas meninas continuavam os treinamentos para as partidas. Mas as partidas do mês de fevereiro foram canceladas por meio de Boletim Oficial da FPF.

Como em várias estâncias relacionadas ao futebol feminino no Brasil, a competição só irá ocorrer por obrigatoriedade por parte da CBF, tendo em vista que o calendário da competição já foi divulgado e as federações necessitam ter ao menos uma competição de acesso ao campeonato.

Novo arbitral e campeonato definido

Na última sexta-feira (23), em reunião com a gerente de competições da FPF, Maria Doraci da Silva, o supervisor do Departamento de Registros e Transferências, Éverton Amaro, e representantes das três equipes, em novo capítulo da novela, ficou decidido que a competição será disputada entre Athletico e Imperial, o Coritiba/Toledo abdicou da participação por motivos internosaté o fim dessa reportagem, os representantes do projeto Coritiba/Toledo, quando questionados pela equipe do Esporte News Mundo, não responderam sobre quais motivos levaram à desistência do clube para a competição -.

O Imperial caso queira a vaga para a competição nacional, tem que vencer o Athletico em seu confronto direto. (Informação alterada no dia 29/04)

Ao que tudo indica, a parceria do Coritiba/Toledo está perto do fim, algumas jogadoras foram desligadas do clube, outras já receberam avisos que a parceria está próxima do fim e o Coxa não terá calendário oficial para as meninas em nenhuma das categorias no ano de 2021.

Para ficar ligado em tudo o que acontece com o Coritiba, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top