Futebol Internacional

Espanha promete jogos da Euro 2020 com 50 mil torcedores no estádio

Reprodução / YouTube

A Espanha e a Holanda estarão anunciado em breve a liberação de público em seus estádios para a realização da Euro 2020 a partir de junho.

Os dois países atualmente proíbem a presença da torcida nos estádios. Na Espanha, o governo chegou à vetar presença de público das finais da Copa do Rei de 2020 (vencida pela Real Sociedad contra o Bilbao) e de 2021 (Barcelona x Bilbao) neste mês de abril, mas optou por reabrir os estádios em junho.

A cidade de Bilbao, em San Mamés, garante inclusive que vai instaurar medidas sanitárias suficientes para receber jogo com presença de até 50 mil torcedores, de acordo com palavras oficiais das autoridades espanhóis nesta quarta-feira (7).

Enquanto isso, a Holanda também está proibindo presença de público na atual temporada do futebol local. Foram realizados alguns jogos da Eredivise no final do ano passado devido à redução considerável de casos e mortes por Covid-19, mas a situação novamente piorou e houve um novo recuo.

A Johan Cruyff Arena, principal estádio do país nesta Euro, promete receber pelo menos 12 mil torcedores. Será exigido apenas o teste RT-PCR negativo para entrar no estádio, sem a necessidade de estar vacinado. Na Holanda, 9.8% da população apenas recebeu a primeira dose da vacina do coronavírus, cerca de 1,6 milhão de pessoas.

“Esperamos receber 12.000 torcedores na Johan Cruyff Arena, mas estamos cientes de que o coronavírus é imprevisível e não há garantias. No entanto, continuamos esperançosos de que, em junho, a situação tenha melhorado a ponto de permitir a presença de ainda mais pessoas.”, disse Gijs de Jong, diretor do torneio em Amsterdã.

Na última terça-feira (6), a Itália confirmou para a UEFA que estará autorizando público nos estádios para os jogos da Euro 2020. Na Serie A, houve um período do ano passado em que mil torcedores estavam liberados para os jogos, mas a nova onda do coronavírus também fez com que portões fechados fossem adotados novamente.

Cabe ressaltar também que a Inglaterra será o principal país da próxima Euro. Durante as discussões sobre o futuro da competição, o governo britânico chegou à assumir responsabilidade de realizar o torneio inteiro caso tivesse problemas em outros países.

Na final, marcada para o dia 11 de julho em Londres, existe uma grande expectativa das autoridades locais que a capacidade total de Wembley com 90 mil torcedores seja preenchida integralmente.

A Associated Press revelou no início deste ano que a UEFA estava ameaçando cortar cidades-sede que não conseguissem garantir presença de torcida em seus estádios.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top