Automobilismo

Especulações se confirmam e Sebastian Vettel vai defender a Aston Martin em 2021

Foto: Reprodução/Instagram @vettelofficial

Agora é oficial. Após Sergio Pérez anunciar que não seguirá na Racing Point no ano que vem, foi a vez de Sebastian Vettel anunciar que vai parar de vestir vermelho, algo que já havia sido confirmado, e passará a usar o rosa na Fórmula 1. O tetracampeão acertou a sua ida para a escuderia inglesa em 2021. Será a quinta equipe do alemão na categoria. Ano que vem, a escuderia passará a se chamar Aston Martin.

Aos 33 anos, Sebastian Vettel estreou na Fórmula 1 em 2007, substituindo Robert Kubica, que havia sofrido um grave acidente na prova anterior, no GP dos Estados Unidos na Sauber e marcou um ponto na oitava colocação logo na sua primeira corrida. A boa prova lhe rendeu um lugar na STR, hoje Alpha Tauri, onde venceu sua primeira corrida, na Itália, em 2008, onde na ocasião se tornou o piloto mais jovem a conquistar uma vitória na categoria.

Em 2009, Sebastian Vettel se transferiu para a Red Bull, onde viveu seu auge na Fórmula 1. Logo no primeiro ano, venceu quatro corridas e ficou com o vice-campeonato, ficando atrás apenas de Jason Button, mas superando um carro da poderosa Brawn GP, pilotado por Rubens Barrichello. Nas quatro temporadas seguintes, o alemão conquistou quatro títulos e até hoje é o quarto maior vencedor da categoria, ao lado de Alain Prost.

Na primeira temporada vitoriosa, o título só veio na última corrida, após ele travar intensas batalhas com seu companheiro de Red Bull, Mark Webber, e com Fernando Alonso da Ferrari. Em 2012 a conquista também só veio na última prova, mas os outros dois títulos foram por antecipação. Porém, em 2014 o tetracampeão não teve um bom desempenho e resolveu se transferir para a Ferrari.

Com quatro títulos no currículo, Sebastian Vettel chegou com a esperança de conquistar títulos na Ferrari e atingir os feitos de seu ídolo e maior piloto da história da equipe, Michael Schumacher. Mas ele encontrou uma poderosa Mercedes pela frente e seu sonho não se concretizou. São até agora 128 provas pela escuderia italiana, com 14 vitórias e dois vice-campeonatos. A temporada atual vem sendo trágica para o alemão, que teve como melhor colocação um sexto lugar.

Com o anúncio da chegada de Sebastian Vettel a Aston Martin, 11 cockpits já estão ocupados para 2021. Além do alemão, a equipe terá Lance Stroll. Na Mclaren Daniel Ricciardo e Lando Norris serão os pilotos. A Ferrari já confirmou Charles Leclerc e Carlos Sainz. A Renault já anunciou o retorno de Fernando Alonso, que terá como companheiro Esteban Ocon. A Williams já anunciou George Rusell e Nicholas Latifi. Na Mercedes, Valtteri Bottas já renovou seu contrato.

No próximo domingo (13), acontece o GP da Toscana, no circuito de Mugello, na Itália.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top