Olimpíadas

Estados Unidos vencem o Irã de forma avassaladora e garantem a primeira vitória em Tóquio

Estados Unidos
Divulgação/ USA Team

Na madrugada de quarta-feira (28), Estados Unidos e Irã se enfrentaram pela segunda rodada do Grupo A, onde também se encontram a França (venceu os EUA no primeiro jogo) e a República Tcheca (triunfou diante o Irã). Diferente da estreia os EUA deram o show esperado, não deixando o adversário respirar e aos poucos se adaptando ao novo coletivo, com isso o placar foi 120 x 66 favoráveis aos norte americanos.

PRIMEIRO TEMPO

A equipe do Irã até estreou o placar, fez os dois primeiros pontos da partida e esse foi o único momento da partida onde estiveram a frente. Os americanos começaram mostrando toda a sua soberania, não fizeram uma falta de no primeiro quarto e rodaram bastante o elenco, sendo liderados por Damian Lillard os inventores do basquete terminaram o primeiro quarto com 16 pontos de vantagem, sendo o placar EUA 28 x 12 Irã.

O segundo quarto se iniciou e nada mudou, os Estados Unidos da América mostrou ao mundo que eles realmente são os favoritos e provavelmente vencerão a terceira olimpíada consecutiva. Quem viu a partida observou que não teve o “game show”. O destaque da parte inicial foi Lillard, com 18 dos 60 pontos marcados, os estadunidenses foram para o intervalo com 30 pontos de vantagem, sendo o placar, EUA 60 x 30 Irã.

SEGUNDO TEMPO

Voltando para o segundo tempo, já com a ampla vantagem no placar, os americanos tiveram a oportunidade de ter calma e se adaptar melhor ao jogo coletivo exigido pelo técnico Gregg Popovich (5 vezes campeão da NBA e 3 vezes melhor técnico da liga), jogo coletivo que segundo a imprensa americana estava incomodando alguns jogadores. Já tirando o pé do acelerador venceu o terceiro quarto por 22 x 13.

Após três derrotas seguidas, sendo duas em amistosos e uma na estreia olímpica, os americanos tiveram o luxo de se poupar nos 10 minutos restantes da partida e seguiram respeitando a selecão iraniana. Em suma, o coletivo foi superior ao individual, o time de Popovich obteve trinta e três assistências e cometeu apenas sete erros durante a partida. O destaque individual foi Damian Lillard com 21 pontos.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top