Futebol americano

Jogadores negros da NFL se unem e mandam forte recado à liga: “Não seremos calados”

Atletas fizeram cobranças à NFL no combate ao racismo (Créditos: Montagem/Jonatas Pacheco)
Atletas fizeram cobranças à NFL no combate ao racismo (Créditos: Montagem/Jonatas Pacheco)

Estrelas da NFL, liga norte-americana de futebol americano, se juntaram para cobrar atitudes mais rígidas da organização no combate ao racismo. Em vídeo divulgado nas redes sociais de alguns atletas, na noite desta quinta-feira (4), os jogadores foram enfáticos nas exigências.

Citando os casos de negros que foram mortos em ações violentas da polícia dos Estados Unidos, entre eles George Floyd, que foi vítima na última semana em Minneapolis, atletas negros enviaram uma mensagem forte à NFL e disseram que não vão mais aceitar serem impedidos pela liga de protestar pacificamente contra o racismo.

“Faz dez dias desde que George Floyd foi brutalmente assassinado. Quantas vezes nós precisamos pedir para vocês ouvirem seus jogadores? O que será preciso? Um de nós ser brutalmente assassinado por um policial? E se eu fosse George Floyd? Eu sou George Floyd. Eu sou Breonna Taylor. Eu sou Ahmaud Arbery. Eu sou Eric Garner. Eu sou Laquan McDonald. Eu sou Tamir Rice. Eu sou Trayvon Martin. Eu sou Walter Scott. Eu sou Michael Brown Jr. Eu sou Samuel Dubose. Eu sou Frank Smart. Eu sou Philli White. Eu sou Jordan Baker”, disseram os jogadores.

“Nós não seremos silenciados. Nós afirmamos nossos direitos para protestar pacificamente. Não deveria demorar tanto tempo para admitir. Então, em nome da NFL, é isso que nós, jogadores, gostaríamos de ouvir você dizer: ‘Nós, a NFL, condenamos o racismo e a opressão sistemática aos negros. Nós, a NFL, admitimos estar errados por calar nossos jogadores de protestar pacificamente. Nós, a NFL, acreditamos que vidas negras importam'”, concluíram.

Patrick Mahomes e Tyrann Mathieu, do campeão Kansas City Chiefs, Deshaun Watson, do Houston Texans, Odell Beckham Jr. e Jarvis Landry, do Cleveland Browns, DeAndre Hopkins, do Arizona Cardinals, Saquon Barkley, do New York Giants, e Ezekiel Elliott, do Dallas Cowboys, foram alguns dos atletas que participaram da campanha.

2 Comments

2 Comments

  1. Pingback: NFL responde manifestação de jogadores negros da liga: "Vidas negras importam"

  2. Pingback: NFL anuncia doação de 250 milhões de dólares para ajudar no combate ao racismo

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top