Atlético-MG

Everson elenca jogo contra o Flamengo como o melhor do Atlético, elogia Tardelli e comenta críticas da torcida: ‘Não tive nenhum erro grotesco’

Foto: Pedro Souza / Atlético

O goleiro Everson chegou ao Atlético já em meio ao Campeonato Brasileiro, a pedido do técnico Sampaoli. Titular logo de cara e sem perder a vaga até então, ele completou um turno de jogos com a camisa alvinegra, mas ainda sofre muitas críticas da torcida, principalmente pelo reserva dele ser Rafael, o preferido do torcedor. Para Everson, foi um bom turno pessoal, mas que pode melhorar:

— Jogar no Galo tem uma responsabilidade muito grande. Foi um turno bom, mas que com certeza da pra melhorar pra que a gente possa buscar esse título do Brasileiro […] Sei que não tive nenhum erro grotesco, mas sei também que posso trabalhar e melhorar.

O Galo se encontra na terceira posição do Brasileiro, com 50 pontos, três a menos que o vice-líder Internacional e seis a menos que o líder São Paulo. Apesar disso, o Galo tem um jogo a menos e sonha com o título.

— São 10 jogos. 10 decisões. A gente tem que somar o maior número de pontos possível pra que a gente possa buscar esse título que é tão sonhado não só pelo torcedor como por nós jogadores – afirmou o goleiro atleticano.

Na última partida, contra o Red Bull Bragantino, Sampaoli elogiou o jogo do time, mesmo com apenas um empate. Para Everson, o Galo também fez um bom jogo, mas precisa melhorar:

— A cobrança entre nós sempre há. A gente fez um bom jogo, mas não foi o suficiente para a vitória. Cabe a nós fazer melhores jogos do que esse contra o Bragantino, desse padrão pra cima, pra que a gente possa estar mais próximo da vitória e buscar o título do Brasileiro.

Durante o campeonato, o Galo passou por muitos altos e baixos. Perguntado sobre o melhor jogo do clube, o goleiro lembrou da goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo, no Mineirão, na 20° rodada.

— A gente fez um grande jogo, em todos os aspectos, ofensivamente e defensivamente. Não criamos tanta oportunidade como estamos acostumados, mas fomos mais eficazes e fizemos um placar mais elástico. Mas não só no quesito de fazer gol, mas no quesito de pegada, de vontade, de marcação, de querer mais.

Perguntado sobre Diego Tardelli, que se machucou em julho e está retomando o condicionamento físico para voltar a jogar, Everson fez muitos elogios ao atacante e espero tê-lo de volta para essa reta final:

— Ele teve uma recuperação muito rápida e, pelo que posso acompanhar nos treinamentos, é um cara que tem se esforçado muito pra pode voltar e estar junto da gente. Qualidade ele tem e nunca perdeu. Nos trabalhos que a gente faz com ele, no de finalização a gente percebe a qualidade que ele tem e torce muito pra que nessa temporada ele possa estar com a gente nessa reta final.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top