Grêmio

Everton Cebolinha volta a despertar interesse do Milan

A pandemia do coronavírus até esfria o mercado do futebol, mas não a ponto de dissipar clubes interessados. Segundo o jornal La Stampa, da Itália, o Milan volta a despertar interesse em Everton Cebolinha, de olho em 2021. A notícia reverbera em solo italiano e foi replicada também por sites como o Calciomercato.it e o milanlive.it.

A publicação elenca, porém, que o valor de uma possível negociação e a divisão dos direitos federativos de Everton entre Grêmio, o empresário Gilmar Veloz, um investidor e o Fortaleza são entraves para a tratativa. No ano passado, o Tricolor pedia 40 milhões de euros por Cebolinha (cerca de R$ 230 milhões pela cotação atual e cerca de R$ 181 milhões na cotação de agosto passado).

Para quem não se recorda, Everton Cebolinha foi revelado pela equipe Tricolor. Em caso de uma futura venda do jogador, o Fortaleza tem 10% do valor. O Grêmio tem 90% dos direitos do atacante.

Em agosto do ano passado, o Milan enviou oferta para o jogador, mas o valor oferecido pelo clube italiano foi abaixo dos 30 milhões de euros. Com isso, a diretoria gaúcha não levou adiante a negociação e recusou. Dois meses depois, a jovem teve contrato com o Grêmio até 2023. A multa rescisória para o exterior passou para 120 milhões de euros, mais de R$ 680 milhões pela cotação atual.

O clube italiano não é o único que mantém o atacante no radar. O Everton, da Inglaterra, e o Borussia Dotrmund, da Alemanha, também fazem contatos frequente com o estafe do jogador. A reportagem do Esporte News Mundo tentou contato com o empresário do atleta e com o Grêmio, mas não obteve resposta.

Foto: Divulgação/Grêmio

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo