Internacional

Evolução do Inter de Coudet em números: mais precisão e menos riscos

Reprodução/Internacional
— Continua depois da publicidade —

A melhor largada do Internacional no Campeonato Brasileiro desde 79 mostra a evolução do elenco desde o ano passado. O Inter de Odair pode ter funcionado nos mata-matas, mas não teve consistência suficiente para ir além na liga nacional. Chegou longe nas copas, alcançando as finais da Copa do Brasil e as quartas da Libertadores, mas ficou apenas em 8º no Brasileirão. Como isso se traduz em números e qual a diferença de Coudet para Odair? O ENM responde.

Até a 9ª rodada do Brasileirão, comparando 2019 com 2020, temos uma melhora significativa em diversos requisitos essenciais dentro de campo. Com Odair, o Inter criava menos chances de gol, 13 lances concretos até a essa rodada. Já com Coudet, a mesma caminhada na competição nacional teve 23 chances de gol concretas. Isso se deve a um novo motor de criação de jogadas no Internacional, que é a mudança na marcação. Os diferentes estilos dos técnicos nesse quesito influenciaram diretamente nesses números.

MARCAÇÃO: ODAIR X CHACHO

Coudet opta por interceptar a bola na área ofensiva, tentando forçar o erro do adversário. A cada quatro gols do time gaúcho no Brasileirão, um deles surgiu nesse tipo de jogada (que não ocorria no Inter de Odair). O técnico em 2019 preferia recuperar a bola mais atrás, o que diminuía muito as chances desse tipo de jogada. Hellmann gostava de dividir o time em duas linhas de quatro quando estava sem a bola, recuando o esquema tático para o campo defensivo.

A dinâmica era simples, mas funcionava muito bem, com as linhas sempre procurando fechar os espaços abertos, dando menos liberdade ao time adversário. Entretanto, era mais fácil chegar a área ofensiva colorada, o que explica a diminuição de riscos sofridos pelo time em 2020. Em 9 rodadas do ano passado, com Odair, o Inter tomou 77 chutes a gol. Já em 2020, com Coudet, é o time que menos sofreu chutes e a melhor defesa, marcando apenas 50 ameaças a Lomba até aqui e 5 gols sofridos.

CRIADOR E LETAL

O Internacional de Chacho também tem o melhor ataque do campeonato. Enquanto o time de Odair pouco criava e precisava ainda de mais chances para marcar, com Coudet o Inter é letal e não desperdiça chances. Com 15 até gols até aqui, o time tem uma precisão de 5,3 tentativas de chute para adicionar uma bola na rede. Isso significa que o colorado precisa chutar cerca de apenas cinco vezes no gol adversário para converter, 10% mais preciso que no esquema de Odair.

O Inter é líder do campeonato com 20 pontos marcados na tabela. Enfrenta o Goiás amanhã às 18h no Serrinha e você acompanha tudo aqui pelo Esporte News Mundo.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo