Especial

Ex-companheiro do goleiro Alisson, filho de ex-jogador…Conheça as vítimas do acidente aéreo que levava parte do time do Palmas

Por João Gabriel Mancuso e Ricardo Villar

O acidente envolvendo um avião de pequeno porte que ocorreu na manhã deste domingo (24), tirou a vida de Lucas Meira, presidente do Palmas Futebol (TO), de quatro jogadores do clube, Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule Gomes e Marcus Molinari. Na aeronave estava ainda o piloto Wagner Machado, que também faleceu. O Esporte News Mundo preparou uma reportagem com uma breve história de cada uma das vítimas.

Lucas Meira

O empresário Lucas Meira (32), nasceu em Goiânia, e é um dos 9 filhos de Adair Meira, fundador da Rádio Clube de Goiânia/Rádio Sagres e do Sistema Sagres.  Em 2007 se mudou para Palmas, mesmo ano que começou a cursar agronomia na Faculdade Católica do Tocantins.

Lucas era presidente do Palmas desde 2017, e neste período o time voltou a ganhar o Campeonato Tocantinense, com títulos em 2018 e 2019. A tradicional equipe do estado estava em um jejum de conquistas que já durava 11 anos. Além disso, ele era presidente-conselheiro da Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi), instituição que visa estabelecer parcerias com empresas e com o Estado, para oferecer a oportunidade do primeiro emprego a jovens, não só em Palmas, mas como em todo país. Também ajudou a fundar startups que envolviam tecnologia, educação e mobilidade.

O empresário chegou a ser anunciado pelo DEM em 2020 como candidato a vice-prefeito de Palmas na chapa de Cinthia Ribeiro (PSDB), que viria ganhar a eleição, mas desistiu alguns dias depois.

Lucas Meira deixa esposa e uma filha.

Marcus Molinari

Marcus Molinari (23), nasceu em 30/12/1997. O jogador era filho do ex-atacante do Atlético Mineiro, Marinho, que atuou com a camisa atleticana entre 2006 e 2008 e anotou 28 gols em 68 jogos. Pelo Galo, ele foi campeão da Série B em 2006 e Campeão Mineiro em 2007.

Marcus tinha contrato com o Ipatinga até maio de 2022, mas estava cedido por empréstimo ao Palmas. Vale lembrar que o pai do jogador também havia atuado pelo clube do Vale do Aço em 2006. O presidente do Ipatinga Nicanor Pires manifestou sua tristeza no Instagram:

– Ainda sem acreditar na notícia do seu falecimento. Marcus estava comigo há dois anos e além do vínculo profissional, com a convivência acabamos construindo uma relação de amizade muito grande. Sempre me ligando e mandando mensagem falando de sua evolução, às vezes reclamando. Tinha uma vontade grande de vencer, queria fazer história no futebol, mas infelizmente seu sonho foi interrompido. Lembrarei eternamente de você, meu amigo, e peço a Deus que te leve em paz e abençoe muito sua família – desabafou Nicanor.

Guilherme Noé

Guilherme Afonso Noé (28) nasceu em 05/04/1992 em São Paulo. Logo após o nascimento, se mudou para Barretos, cidade onde descobriu o talento para o futebol e onde seus pais vivem até hoje.

O volante iniciou a carreira na base Audax-SP em 2008, passando por clubes grandes como Corinthians e Internacional, onde não foi muito aproveitado. Além desses clubes, jogou por Audax-RJ, Tombense, Tupi, Mirassol, Batatais, Caldense, Rio Preto, São Bernardo, Ipatinga e por fim o Palmas, último clube da carreira do jogador. Ele era recém-chegado ao Palmas, onde começou a treinar no dia 15 de janeiro deste ano.

Na base do Internacional ele atuou com nomes conhecidos do atual campeonato brasileiro. São eles: Eduardo Sasha (Atlético-MG), Rodrigo Dourado (Inernacional), Lucas Lima (Palmeiras). Além deles, foi companheiro dos goleiros Agenor, ex-Fluminense e de Alisson, eleito o melhor goleiro do mundo em 2020.

Em jogos oficiais, ele entrou em campo 92 vezes e marcou 2 gols. O único título da carreira do jogador foi um campeonato gaúcho em 2012.

Ranule

O goleiro Ranule (27) é natural de Várzea Grande, interior de Minas Gerais. Nasceu no dia 14/05/1993 e começou no futebol na base do Democrata de Sete Lagoas.

Em 2012 subiu para o time profissional de Sete Lagoas, participando do elenco que conquistou o aceso ao Modulo II do Campeonato Mineiro. Seu primeiro jogo foi apenas em 2014, defendendo as redes do Minas Boca. Passou por outros times de Minas como o Guaxupé, Nacional de Muiraé e Villa Nova, até chegar ao Atlético de Itapemirim do Espírito Santo, onde vou campeão capixaba e eleito melhor goleiro da competição.

Depois dessa conquista, voltou para o Democrata de Sete Lagos, seguindo posteriormente por Tupi, Resende, Portuguesa-RJ e Sampaio Corrêa-RJ. Tinha fechado contrato com o Palmas para o fim da temporada de 2020 e início da temporada de 2021, mas não chegou a estrear pela equipe.

Entrou em campo na carreira profissional 93 vezes no total.

Lucas Praxedes

O lateral-esquerdo Lucas Praxedes (23) nasceu em Campinas, interior de São Paulo, no dia 03/02/1997.

Ele começou na base do Inter de Limeira, mas logo se transferiu para o Capivariano, por onde jogou a Copa São Paulo de Futebol Juniores e foi vice-campeão Paulista sub-20 em 2016. No mesmo time, fez seus primeiros jogos como profissional, em 2017. Depois acumulou passagens por empréstimo por times como Coimbra-MG, Marcílio Dias, São José-RS e Marília, este último fazendo parte do time que conquistou o acesso para a Série A3 do Campeonato Paulista.

Posteriormente foi para o Botafogo de Ribeirão Preto e retornou ao Capivariano, até chegar ao XV de Jáu, onde disputou seus últimos jogos como jogador de futebol profissional. Como aos outros, chegou ao Palmas para 2021, mas não chegou a jogar pelo time do Tocantins.

Teve 80 jogos como profissional, marcando 8 gols.  

O Esporte News Mundo está apurando informações sobre Wagner Machado, que pilotava o avião e também morreu no acidente.

Siga o Esporte News Mundo no FacebookTwitter e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top