Exclusivo

Exclusiva ENM: Atacante que colocou o Brentford na primeira divisão após 74 anos sonha jogar pela Seleção: ‘Não conseguiria dizer não a Neymar’

Emiliano Marcondes marcou o gol que sacramentou o acesso do Brentford à Premier League. Foto: Mark D. Fuller via Imago Images.

No dia 4 de agosto de 2020, o Brentford, que não participava da primeira divisão inglesa há sete décadas, sofreu um duro golpe quando perdeu a última vaga nos playoffs para o Fulham já na prorrogação.

Menos de um ano depois, em 4 de maio de 2021, o centenário clube de Londres estava mais um vez na final dos playoffs, mas dessa vez foi diferente. Garantiu a vitória por 2 a 0 contra o Swansea logo no começo do jogo e voltou à elite do futebol da Inglaterra após 74 anos, a primeira vez desde a criação da Premier League.

Enquanto o primeiro gol desta partida foi marcado por Ivan Toney, que se tornou o maior artilheiro de uma edição da Championship na história com 33 gols, a confirmação do acesso veio com um jogador que pouco havia marcado.

Emiliano Marcondes tinha apenas dois gols em 39 jogos na temporada, mas depois daquela partida entrou para a história do Brentford. Num time repleto de dinamarqueses, o jogador poderia passar batido como mais uma peça do treinador Thomas Frank, também nascido na Dinamarca.

Mas Emiliano Marcondes Camargo Hansen tem uma história peculiar. Embora o meia-atacante tenha nascido em Hvidovre, no subúrbio da capital Copenhague, o jogador é filho de uma brasileira.

Marcondes conta que a mãe trabalhava em um bar no Brasil quando conheceu seu pai, músico que fazia uma turnê pela América do Sul.

— Meu pai provavelmente queria algumas cervejas e eles começaram a flertar um com o outro. Eles se apaixonaram e meu pai pediu a ela que viesse à Dinamarca, morar aqui. Então eles tiveram a mim e a meu irmão. É uma história bem romântica — revelou o jogador.

Nascido e criado na Dinamarca, Emiliano Marcondes revelou que não costuma acompanhar o futebol brasileiro de perto, mas que se tornou “um pouquinho” flamenguista depois de assistir a final do Mundial de Clubes de 2019 entre o time carioca e o Liverpool.

— Minha família é de São Paulo, então torce para o Corinthians, mas eu não sei o porquê. Meu empresário é um grande torcedor do Flamengo, eu estive no Catar, foi ótimo. Eu meio que me apaixonei pelo espírito, pelos torcedores, pela cultura do Flamengo. Então talvez eu seja um pouquinho torcedor do Flamengo — explicou Marcondes.

Quando questionado se aceitaria jogar por algum clube do Brasil após cumprir contrato com o Brentford, o jogador afirmou que tem olhos para a possibilidade, mas que a prioridade é se manter no mercado da Europa após se valorizar na última temporada.

— Meu empresário já me perguntou. Eu nunca disse “não”, mas agora eu nunca estive tão perto da Premier League, essa é minha prioridade. Meus ídolos do futebol são brasileiros, sempre me espelhei em jogadores brasileiros, então eu amaria jogar aí —completou Emiliano Marcondes.

Confira a entrevista completa com Emiliano Marcondes:

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top