Juventude

Exclusivo: Guilherme Castilho celebra vitória do Juventude e detalha briga contra o rebaixamento

E.C. Juventude/ Fernando Alves

Guilherme Castilho é um dos principais destaques do Juventude no Campeonato Brasileiro. O meia foi um dos responsáveis pelo triunfo do Papo contra o Red Bull Bragantino na última terça-feira (30) fazendo tendo uma excelente atuação e auxiliando a equipe na briga contra o rebaixamento. Depois do jogo emocionante no Alfredo Jaconi, o meio-campista detalhou o clima no Papo após a conquista dos três pontos.

– O clima está muito bom, porque sabíamos da importância desse jogo na reta final do campeonato. O Bragantino tem um time muito qualificado, disputou a final da Sul-Americana e briga na parte de cima da tabela, então sabíamos que seria um confronto difícil, mas entramos com o mesmo foco e graças a Deus conseguimos os três pontos – comentou o meio-campista Guilherme Castilho, do Juventude, em entrevista exclusiva ao Esporte News Mundo.

A vitória, todavia, teve uma pitada de emoção. No primeiro tempo, o gol que garantiu os três pontos só veio após um pênalti perdido por Ricardo Bueno. Diante deste cenário, Guilherme Castilho afirmou que, o tento, deu confiança e tranquilidade para a sequência da partida.

– Nós buscamos impor nosso ritmo de jogo, aproveitando que estávamos em campo, e acredito que conseguimos atingir esse objetivo. Fizemos um bom primeiro tempo, onde acabei sofrendo o pênalti e infelizmente a bola não entrou, mas depois conseguimos abrir o placar e somamos uma vitória crucial em casa – complementou Guilherme Castilho.

O triunfo foi de suma importância principalmente por conta da briga do Juventude contra o rebaixamento. Com essa vitória, faltam apenas três pontos para o Papo alcançar o “número mágico” para a permanência, de 45 pontos. Isso pode acontecer já na próxima rodada, contra o Fortaleza, mas Guilherme Castilho sabe que será difícil.

– Estamos pensando em um jogo de cada vez e buscando apenas fazer a nossa parte. Agora temos dois confrontos difíceis fora de casa, mas nosso foco no momento é o Fortaleza. Eles estão brigando por Libertadores e são fortes jogando no Castelão, então temos que estudar os principais pontos da equipe deles e aproveitar as chances que criarmos para sair com um resultado positivo – destacou Guilherme Castilho.

O Juventude curiosamente atravessa seu melhor momento no Campeonato Brasileiro. Nos últimos oito jogos são, quatro vitórias, três empates e apenas uma derrota. Diante disso, Guilherme Castilho ressaltou o trabalho de Jair Ventura e afirmou que o treinador tem ajudado bastante a equipe.

– Nós conseguimos melhorar nosso desempenho com a chegada do professor Jair. Ele está conseguindo extrair o máximo de cada jogador do nosso elenco e estamos aproveitando as oportunidades criadas nos jogos, o que é de extrema importância. Buscamos melhorar cada vez mais e é isso que queremos nas últimas três partidas – argumentou Guilherme Castilho, defendendo o técnico Jair Ventura.

Para saber tudo sobre o Juventude, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Presença da torcida

Depois de dois anos com estádios vazios, o duelo contra o Red Bull Bragantino foi o primeiro do Juventude com casa lotada. Aproximadamente 20 mil pessoas estiveram presentes no Alfredo Jaconi. Por conta disso, Guilherme Castilho se mostrou bastante emocionado e celebrou o ocorrido.

– Passamos por um momento muito complicado, mas graças a Deus estamos voltando ao normal aos poucos. Tivemos que jogar sem torcida por um bom tempo e sabemos que eles fazem a diferença, é nosso décimo segundo jogador. Eles sabem da importância que tem para nós e estão nos apoiando até o fim. Fizeram uma linda festa contra o Bragantino, foi uma sensação incrível e isso nos dá uma força ainda maior para os últimos jogos – comemorou Guilherme Castilho sobre a importância do torcedor no Alfredo Jaconi.

Futuro na carreira

A presença de Guilherme Castilho no Juventude em 2022, todavia, ainda é uma incógnita. Emprestado pelo Atlético-MG, existe a possibilidade dele acabar negociado pelo Galo, o que o afastaria do Alfredo Jaconi. No entanto, o meia prefere focar na luta contra o rebaixamento agora para, somente ao fim da temporada, pensar no futuro.

– Meu empréstimo com o Juventude termina no final do Brasileiro e tenho contrato com o Atlético-MG. Porém, meu foco no momento é apenas alcançar nosso objetivo, que é garantir a permanência na Série A e deixo para pensar na temporada que vem depois, quando o campeonato acabar – disse Guilherme Castilho, evitando falar sobre negociações.

Fase pessoal

Guilherme Castilho participou de oito gols do Juventude no Brasileirão, além de ser responsável pelas construções de jogada do Papo. O meia afirmou que a estrutura do fez que ele ficasse mais à vontade para desempenhar o futebol em alto nível. Ele, inclusive, afirmou estar vivendo o melhor momento da carreira.

– O Juventude é um clube muito bem estruturado e isso ajuda bastante no rendimento de nós, atletas. Tive uma experiência muito positiva no Confiança ano passado, mas sabia que disputar a Série A seria um grande desafio. Acho que estou vivendo o melhor momento da minha carreira até o momento e espero continuar ajudando o Juventude enquanto eu defender essa camisa. Graças a Deus fui muito bem recebido por todos do clube, desde o elenco até a diretoria, e isso fez eu me sentir à vontade para render ainda mais em campo – finalizou Guilherme Castilho.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top