Mais Esportes

F1 deve bancar realização do GP de Silverstone, em meio à crise

A Formula One Group deve precisar bancar a realização do Grande Prêmio de Silverstone, na Inglaterra, prevista para ser a segunda etapa no calendário da categoria em 2020. Isto será necessário tendo em vista que as primeiras corridas desta temporada, incluindo Silverstone, acontecerão com portões fechados.

Segundo o “The Guardian”, a realização do GP de Silverstone é viável quando se leva em conta a renda oriunda da venda de ingressos. Há o planejamento de realizar não só uma, mas como duas corridas no circuito na atual temporada. Nos últimos anos, Silverstone tem recebido o maior público da F1, com mais de 140 mil em 2019.

Por parte da organização da Fórmula 1, há o receio de mais um cancelamento, visto que nos últimos dias houve a confirmação da saída do GP da França, por conta de proibição governamental. A previsão é que a etapa na Inglaterra ocorra em 19 de julho – e também no dia 12, uma semana antes, caso haja a rodada dupla em Silverstone.

A previsão é que a F1 retorne em 5 de julho, com o Grande Prêmio da Áustria. Sem ter dado início à temporada 2020, já são três GPs cancelados – Austrália, Mônaco e França – e 10 adiados. A categoria trabalha com um “calendário-alvo”, que tem entre 15 e 18 etapas, passando pela Europa, Ásia, Américas e terminando no Oriente Médio.

Foto: Reprodução/Twitter

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo