Fluminense

Fábio fala da relação com Fred e Abel Braga e foca em título da Libertadores no Fluminense: ‘Está na hora’

Foto: Reprodução/FluTV

O goleiro Fábio foi anunciado como o oitavo reforço do Fluminense para a temporada. Apesar de estar em um novo clube após 17 anos no Cruzeiro, ele vai reencontrar velhos conhecidos do futebol: o atacante Fred e o técnico Abel Braga. O arqueiro, de 41 anos, comentou sobre a relação com o jogador e treinador e espera ganhar títulos com a parceria.

– Fred é de casa. Já tivemos uma convivência muito boa quando eu cheguei no Cruzeiro em 2005, ele já estava lá, mas logo depois saiu muito rápido, foi vendido para França. Depois, ele retornou, rodou o futebol e foi novamente para o Cruzeiro, onde tivemos a oportunidade de ser campeões juntos. É sempre uma satisfação trabalhar juntos, profissional dedicado, história maravilhosa e vitoriosa.

– E o Abel foi por um período de alguns meses, mas queria trabalhar muito mais. Como fiquei muito tempo, Abel também fez história no Internacional e Fluminense, por exemplo. Sempre jogamos contra e o Abel sempre muito caloroso, me elogiando. É gratificante estar aqui com ele na família tricolor para buscar objetivos grandiosos, que são os títulos.

Fábio jogou com Fred no Cruzeiro em 2005, mas o atacante foi vendido para Lyon, da França logo depois da chegada do goleiro. Em 2018 até 2020, os dois voltaram a se encontrar e ganharam o Campeonato Mineiro e a Copa do Brasil. Em 2019, o trio foi completado pelo técnico Abel Braga, que ficou somente dois meses no comando da equipe.

+ Relembre o aproveitamento do goleiro Fábio no Cruzeiro em 2021

ENTREVISTA COMPLETA:

Fábio também falou a oportunidade de conquistar a Libertadores para ele e para o próprio Fluminense. O clube carioca disputou o título da Libertadores em 2008, mas perdeu para a LDU nos pênaltis após ser derrotado por 4 a 2 no Equador e vencer por 3 a 1 no Maracanã. Já o goleiro chegou à decisão no ano seguinte com o Cruzeiro, que arrancou um empate por 0 a 0 com o Estudiantes na Argentina, mas depois perdeu por 2 a 1 no Mineirão.

– Está na hora. Acho que todos nós temos esse objetivo, esse sonho. Ficou muito próximo, tanto para o Fluminense um ano antes, e eu no ano seguinte. É muito bom você chegar em condição de disputar a final, e o mais importante ainda se concretizar com o título. Então esse é o grande objetivo, e nós temos essa possibilidade real hoje. Esperamos colocar em prática dentro do campo, mostrando isso para o nosso torcedor, jogo a jogo, passando toda a gana de querer vencer, de querer alcançar esse objetivo que é a Libertadores. Mas não só a Libertadores, tudo o que a gente disputar pela frente.

Fábio destacou a oportunidade de vestir a camisa do Fluminense. Além disso, ressaltou os grandes goleiros que passaram pelo Tricolor e espera que o clube possa conquistar os objetivos no final do ano.

– Oportunidade gigantesca de vestir a camisa tradicional de grandes goleiros. Isso, me motiva porque a história é maravilhosa no Fluminense com a camisa de goleiro. Estou empolgado, como se fosse o primeiro ano, mas já utilizando minha experiência que eu adquiri nessa longa estrada. Pronto para nosso objetivos, os obstáculos que vamos ter pela frente, que vai ser difícil, mas com a união e dedicação de todos tenho fé em Deus que vai ser um ano maravilhoso.

Com a camisa do Cruzeiro, o goleiro tem um currículo vitorioso, com dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014) três Copa do Brasil (2000,2017 e 2018) e sete Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019).

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top