Ponte Preta

Fábio Moreno celebra convivência full time na Ponte Preta: ‘Fundamental’

Fábio Moreno elogia convivência full time em pré-temporada na Ponte Preta
Crédito: Diego Almeida / AA Ponte Preta

Os dez dias de convivência diária durante parte da pré-temporada da Ponte Preta fora de Campinas são bem avaliados por Fábio Moreno.

Na visão do treinador, os trabalhos realizados na cidade de Itu, no Otho Hotel, são fundamentais para Macaca antes do início no Campeonato Paulista.

+ Apodi avalia pré-temporada na Ponte Preta: ‘Treinamentos estão ótimos’

“Eu acho que é fundamental a gente ter a possibilidade de estar convivendo assim full time comissão e atletas, porque a gente tem pouco tempo de preparação. Por conta da pandemia, o calendário ficou bem curto e tudo meio aglutinado”, declarou Moreno, em entrevista à Rádio Bandeirantes de Campinas.

“Nesse pouco tempo que a gente tem, temos que priorizar bastante essa relação pessoal, que isso facilita o entendimento do que estamos propondo e do que pedimos para eles. Contar com uma estrutura como a gente está contando, com certeza, isso daí vai ajudar na nossa preparação. Vai ajudar a gente se preparar melhor para o campeonato, com certeza”, emendou.

ADAPTAÇÃO

À frente da Ponte Preta desde o meio de dezembro, período no qual Marcelo Oliveira foi demitido pela diretoria executiva, Fábio Moreno também comenta sobre o processo de adaptação dos novos atletas.

“Nesse primeiro print, está sendo muito bom. Jogadores que já estavam com a gente já se adaptaram mais rápido, porque a gente já vem o convívio. Então a mensagem é praticamente sempre a mesma. É óbvio que o veículo, a maneira e todo que a gente está se adaptando eles também estão passando por esse entendimento”, pontuou o técnico.

“O pessoal que veio de fora está podendo entender bem o que a gente está propondo e ajustando essa questão de estrutura. Está sendo muito positivo. O feedback de quem ficou e de quem está chegando está sendo muito positivo com relação a isso”, completou.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top