Copa América

Fariñez brilha e garante empate heróico da Venezuela contra a Colômbia na Copa América

Colômbia x Venezuela
Foto: Divulgação/Seleção Venezuelana

Para aqueles que apostaram uma goleada, por conta dos desfalques da Venezuela e superioridade coletiva da Colômbia, erraram. A equipe Vinotinto não se entregou em nenhum momento e garantiu o empate na segunda rodada da Copa América. O 0 a 0 no tempo regulamentar, entre Colômbia e Venezuela, teve superação e grandes defesas de Fariñez. As Seleções, que não se enfrentaram nas últimas duas edições da Copa América (2016, 2019), apontavam retrospecto favorável aos colombianos nas estatísticas, que só perderam para os adversários na competição uma vez na história.

José Peseiro fez milagre com os expressivos 13 desfalques por conta de COVID-19, optou por manter o time que perdeu para o Brasil em uma tentativa de entrosamento da equipe, e conseguiu segurar a poderosa Colômbia, de James Rodriguez, jogador que não foi nem relacionado para a partida. O motivo do corte de uma das principais peças do time foi comportamental, Reinaldo Rueda optou por não relacionar o meio-campista após sequência de falas polêmicas relacionadas a ex-jogadores que viraram comentaristas em uma live no perfil oficial do jogador no Instagram.

A Colômbia, agora, enfrenta o Peru, no domingo (20) às 21h no Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Já a Venezuela encara o Equador, também no domingo às 18h no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Ambas as partidas são válidas pela terceira rodada do campeonato continental.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

O JOGO

Sem vencer na primeira rodada, a Venezuela veio para o jogo em busca do primeiro triunfo para continuar na briga pela classificação, já os colombianos apostaram na ofensividade a fim de beliscar a vaga para a próxima fase. Em um lance já aos 2′ a Seleção colombiana por muito pouco não abriu o placar. Cardona cobrou falta na área que foi desviada por Davinson Sánchez e chegou em Uribe, que tenta o tiro, mas a bola foi cortada pela defesa.

A pressão da Colômbia sobre os adversários foi angustiante de se ver. Não deixavam o time comandado por José Peseiro respirar na defesa, mas aos 8′ os venezuelanos conseguiram melhorar na partida e mesmo inferior tecnicamente foram capazes de segurar o super elenco colombiano.

Foto: Twitter Conmebol/Copa América

Aos 13′, o zagueiro Mina perdeu uma oportunidade clara de gol em um lance de cobrança de escanteio que passou antes por Cardona e Muñoz. Essa foi só mais uma das finalizações da equipe colombiana em que faltou carinho na bola. O time criou, mas não foi eficiente o suficiente para botar a bola dentro do gol no primeiro tempo. Aos 23′, Muriel tocou para Cardona que chutou, mas não contava com a defesa espetacular de Fariñez, goleiro dos Vinotintos. O goleiro foi o salvador venezuelano, defendeu vários chutes no confronto e dificultou bastante o time de Cuadrado.

Logo no começo do segundo tempo, aos Aos 53′, Uribe quase fez um gol de bicicleta, mas o goleirão venezuelano, mais uma vez, mostrou sua qualidade e impediu o 1 a 0 da Colômbia. O segundo parecia morno, até que uma chegada forte desembocou em uma confusão entre as Seleções e a partir daí tudo esquentou. O time de Reinaldo Rueda chegava em direção ao gol adversário, mas falta de consistência nas finalizações foi o que deu o ritmo da Colômbia na parcial.

Foto: Divulgação/ Seleção Colombiana

A polêmica do segundo tempo aconteceu aos 35′. José Martínez e Uribe já vinham se estranhando quando o venezuelano deu um tapa na cara de Uribe e levou cartão amarelo. Mesmo tendo sido agredido, o jogador colombiano também foi amarelado e repreendido pelo árbitro.

O grande destaque do jogo foi Fariñez, que foi o herói que deu brilho ao jogo, enquanto Ospina não teve que trabalhar, pois a Venezuela só finalizou duas vezes. Nos acréscimos, o goleiro venezuelano fez defesa digna de handebol e os 1.78m pareciam um paredão frente aos jogadores colombianos. E assim acabou o jogo, com a conversa de Ospina com Fariñez certamente elogiando sua atuação espetacular.

FICHA TÉCNICA

Colômbia (0) x (0) Venezuela

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira (GO)
Horário: 18h
Árbitro: Eber Aquino (PY)

COLÔMBIA: Ospina; Muñoz, Mina (Medina), Davinson Sánchez e Tesillo; Barrios, Uribe, Cuellár (Cuadrado) e Cardona (Luis Díaz); Zapata (Borja) e Muriel (Borré). Treinador: Reinaldo Rueda.

VENEZUELA: Fariñez; Alex González, La Mantia, Adrián Martínez, Mago e Cumaná, José Martinez, Moreno, Manzano, Casseres e Aristgueta. Treinador: José Peseiro

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top