Cruzeiro

Felipão desconversa sobre permanência fala sobre ajuda externa para o Cruzeiro: ‘Sem isso, terá mais dificuldades que esse ano’

Felipão desconversa sobre permanência fala sobre ajuda externa para o Cruzeiro: 'Sem isso, terá mais dificuldades que esse ano'
Foto: Igor Salles / Cruzeiro

O Cruzeiro encerrou sua participação em casa no empate em 0 a 0 com o Náutico na tarde deste domingo (24). Mesmo com um jogador a menos em campo desde os 10 minutos do primeiro tempo, a Raposa conseguiu se impor e jogar de igual para igual com o Timbu.

Inclusive, no lance da expulsão de Fábio, que tocou na bola com a mão de fora da área, o técnico Felipão ficou bastante irritado e deu bronca na arbitragem. No entanto, na entrevista coletiva após a partida o treinador celeste preferiu não comentar sobre o lance.

— Não adianta nada eu ficar conversando com vocês se tiveram erros ou acertos, não adianta nada. Está terminando o campeonato, estamos mantidos na Série B. Tivemos com esses jogadores o trabalho que era o programado a fazer, porque estávamos em uma desvantagem muito grande quando aqui chegamos e os jogadores se empenharam e fizeram aquilo que era possível. Quanto à arbitragem não vou comentar, não adianta nada.

Na sequência, o técnico do Cruzeiro falou sobre o planejamento para a próxima temporada, em que disputará a Série B mais uma vez.

— Eu vejo que o Cruzeiro precisa de ajudas externas no aspecto financeiro para que se possa corrigir certas dificuldades. Sem isso, provavelmente, o Cruzeiro terá muito mais dificuldades que teve esse ano. Acho também que o Cruzeiro, através da sua direção e das pessoas que aqui trabalham, devem ter um planejamento final de como conseguir o acesso a Série A no ano que vem. Nós não podemos perder seis pontos novamente, não podemos ter dificuldades com salários como a gente está vivendo e une-se todos em prol de um ideal ou o Cruzeiro vai ter dificuldades de novo. É isso que eu posso fazer e que eu posso ajudar.

Incerto sobre permanência

O técnico Felipão mostra instabilidade quanto a sua permanência no Cruzeiro, principalmente após as dificuldades que o clube celeste vem enfrentando financeiramente, impedido de registrar novos jogadores e com salários atrasados.

Felipão não deu resposta se permanece no clube e também disse que não houve reunião definitiva com o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, e o diretor de futebol, André Mazzuco.

— Esse é um assunto que eu resolvo com o presidente quando eu entender que seja o local e horário necessário. Portanto, quando tiver alguma coisa eu comunico a vocês, se houve reunião ou não, o que dá para fazer ou o que não dá. Por enquanto, não tenho nada para comunicar definitivamente não.

Irritado com a imprensa

O treinador Felipão, ao final da entrevista, se mostrou muito irritado com a imprensa. Quando foi perguntado sobre o desempenho da equipe, o jogador respondeu com ironia: “Nós com 10 jogadores tínhamos que ter uma volúpia de como se tivéssemos 25”.

E, quando foi perguntado sobre o conflito com o quarto árbitro, que interferiu na jogada de expulsão de Fábio, o treinador, mais uma vez irritado, não falou sobre o lance e elogiou jogadores.

— Se vocês estão achando que teve interferência, não precisa perguntar para mim, eu não vou responder nada. Perguntem ao quarto árbitro. Eu só coloquei meus jogadores em campo e fiquei feliz com o que vi, a parte física, técnica, posicionamento. Estou contente com o jogo de hoje, como em todos jogos que a gente fez, porque fizemos bons jogos e outros não tão bons e nós temos que saber até onde nós podíamos chegar mesmo. Então, eu não vou ficar discutindo essa questão da interferência ou não, porque vocês tem mais conhecimento do que eu e eu só estava fazendo o meu trabalho.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top