Fortaleza

Felipe Alves ressalta dificuldade do Brasileiro, mas pede calma e paciência ao Fortaleza: ‘As vitórias vão voltar a acontecer’

Foto: Reprodução/TV Leão

Na noite da última segunda-feira (11), o goleiro Felipe Alves, do Fortaleza, concedeu entrevista coletiva à imprensa, onde comentou sobre diversos assuntos, com destaque para a atual fase de oscilação da equipe leonina no Campeonato Brasileiro Série A 2021 e para o próximo jogo do time na competição nacional.

+ LEIA MAIS | Torcida Organizada do Fortaleza se pronuncia e nega que homem agredido seja torcedor do Flamengo

Primeiramente, Felipe Alves expôs sua opinião de que o segundo turno de um torneio como o Brasileirão é sempre mais difícil que o primeiro, ressaltando a necessidade do Fortaleza de recuperar os pontos perdidos em casa:

– O segundo turno do Campeonato Brasileiro é sempre mais difícil do que o primeiro. Não é porque o primeiro foi muito bom que o segundo tende a ser também. Ganhar e perder fazem parte. As equipes que estão embaixo na tabela estão fazendo de tudo para sair da zona, para poder ocupar a posição de quem está acima. Hoje, a parte de baixo do campeonato está muito mais disputada que a de cima. É futebol, não tem lógica nem muito segredo. É difícil o tempo todo e o segundo turno é sempre mais difícil que o primeiro. É estar atento a isso e procurar recuperar os pontos perdidos o mais rápido possível.

Em seguida, o arqueiro leonino comentou a respeito da pressão pela qual passa a equipe do Grêmio, próximo adversário do Fortaleza na Série A, afirmando que também há pressão para o Leão do Pici, seja para qual partida for, e que esta é a dificuldade do Campeonato Brasileiro:

– Pressão todos os jogos, o tempo todo. Não só para o Grêmio, mas para a gente também. Tem dois, três jogos que a gente não ganha em casa. Então, é pressão para eles, que estão na zona e têm jogo a menos, mas é pressão para a gente, que ainda não ganhou em casa desde que voltou o torcedor. Esse é o Campeonato Brasileiro, não tem para onde você correr. Tem que resolver o problema quarta, domingo, tem que ganhar quarta, domingo… É a sequência que a gente tem. (…) Campeonato Brasileiro é isso. Você tem que dar o seu melhor todos os dias, em todos os jogos, fazer valer à pena a superioridade e ter calma, pois as vitórias vão voltar a acontecer.

+ Para saber tudo do Fortaleza, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagramFacebookYouTube!

Por fim, em uma espécie de desabafo, Felipe Alves voltou a analisar o momento de oscilação do Fortaleza no Brasileirão, pedindo, novamente, calma para reconquistar as vitórias e alcançar os objetivos ao final da temporada:

– É difícil de explicar (os últimos desempenhos ruins dentro de casa). A gente já ganhou jogando mal e ninguém pergunta: “por que você ganhou jogando mal?”. E, então, quando perde, parece que você está jogando mal de sacanagem. Não é assim que funciona. Tem jogos que a gente joga bem e não ganha, tem jogos que a gente joga mal e ganha e é o que acontece. É o segundo turno, é muito difícil. O Campeonato Brasileiro é difícil. Não tem uma explicação. Se tivesse, não precisaria ter coletiva. (…) Como eu falei, é ter calma, paciência, continuar com a mesma humildade de sempre, seguir jogo após jogo e dar o nosso melhor, pois eu tenho certeza que as vitórias voltarão. Estamos muito próximos do fim da temporada e eu tenho certeza que, se a gente manter a pegada que estamos tendo dentro da competição, no final do ano, temos tudo para alcançar nossos objetivos. Alcançando nossos objetivos, toda essa dúvida, desconfiança e suposta pressão caem por água abaixo e todo mundo acaba voltando a ser os super-heróis de sempre.

O Fortaleza de Felipe Alves volta a campo nesta quarta-feira (13), para enfrentar, às 20h30 do horário de Brasília, a equipe do Grêmio na Arena Castelão pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2021. O Leão do Pici tentará quebrar os tabus de quatro jogos sem marcar e de cinco sem vencer em seus domínios, além de tentar o primeiro triunfo diante da sua torcida após a volta do público aos estádios e de espantar de vez a presente fase de oscilação na primeira divisão nacional.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top