Fluminense

Fernando Pacheco avalia primeira temporada com a camisa do Fluminense e revela conversa com Guerrero

fernando pacheco - fluminense
Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Fernando Pacheco comentou sobre a sua primeira temporada com a camisa do Fluminense. Em entrevista ao site “El Bocón”, do Peru, o atacante ressaltou a importância do clube estar presente na Libertadores 2021 e que é um desafio muito forte em sua carreira. Além disso, revelou conselhos do atacante Paolo Guerrero, do Internacional, que enfrenta lesão grave em 2020.

– Foi complicado para todos com a questão da pandemia, não apenas do futebol, da saúde. No futebol, muita coisa mudou, mas conseguimos nos adaptar a essa nova vida. Na prática, talvez você sempre se livre da sujeira. 2020 foi um ano de muito aprendizado, e agora trabalhando para continuar tendo oportunidades de jogar – disse.

– Será uma boa oportunidade para colocar o clube no lugar que merece a nível da Copa Libertadores. Pessoalmente, surge um desafio muito forte no qual devo estar bem preparado. O brasileiro não é igual à Libertadores. É uma chance para todo jogador de futebol.

Na entrevista, Fernando Pacheco também comentou sobre conselhos de Paolo Guerrero, do Internacional. O atacante tricolor atuou contra o seu compatriota em agosto, quando o jogador do Inter sofreu um problema no ligamento cruzado do joelho direito. Ele só irá retornar ao cube gaúcho na próxima temporada.

– Sim, falei com ele. Ele me perguntou como eu estava, como eles me tratavam, que, se algo acontecesse, que ele soubesse. Falou para que eu ficasse focado e nunca parasse de lutar pelos meus sonhos – revelou.

Com a camisa do Fluminense, Pacheco jogou somente 30 jogos e marcou um gol. Na maioria das partidas, o peruano entra nos minutos finais e pouco consegue desenvolver seu futebol. Nem com Odair Hellmann ou com Marcão, o jogador de 21 anos conseguiu chance de ser titular. Com a classificação do Tricolor para Libertadores, ele pode receber mais chances ao longo da próxima temporada.

Siga o Esporte News Mundo nas redes sociais:

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top