Automobilismo

Ferrari coloca Mick Schumacher como piloto reserva da equipe para 2022

Mick Schumacher será reserva da Ferrari, em dupla com Antonio Giovinazzi que também correrá na Fórmula E.

Foto: Divulgação / Scuderia Ferrari

A Ferrari terá, em metade das corridas da próxima temporada da Fórmula 1, Mick Schumacher como piloto reserva da equipe. O filho do heptacampeão Michael Schumacher será a opção da escuderia em circuitos que tiverem datas conflitantes com as corridas de Antonio Giovinazzi na Fórmula E.

(Divulgação / Scuderia Ferrari)
Mick Schumacher já pilotou pela Ferrari em testes de outras temporadas (Divulgação / Scuderia Ferrari)

Giovinazzi saiu do grid da Fórmula 1 após ser substituído por Guanyu Zhou na Alfa Romeo e não obteve outra vaga no grid. O italiano pilotará pela Dragon Penske, equipe de Sergio Sette Câmara, na sua estreia na categoria de elétricos.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Com isso, a opção da Ferrari foi por outro piloto de sua academia e atual titular na equipe da Haas, o número 47 do grid Mick Schumacher. O chefe de equipe dos italianos, Mattia Binotto explicou que Giovinazzi ficará fora por várias etapas, e Schumacher deve ser o reserva imediato em 11 das 23 corridas:

— Antonio Giovinazzi não vai pilotar na Fórmula 1 no próximo ano, mas ficará como nosso piloto reserva. Ele será o reserva em 12 corridas, que serão compatíveis com o calendário da Fórmula E, para onde ele decidiu ir, algo que ficamos felizes porque isso vai mantê-lo treinado de certa forma.

(Divulgação / FIAFormulaE)
Antonio Giovinazzi já fez os primeiros testes na nova categoria, agora pela Dragon Penske (Divulgação / FIAFormulaE)

Nos testes de pós-temporada, realizados em Abu Dhabi nos dias 14 e 15 de dezembro, Mick Schumacher fez os treinos pela sua equipe, a Haas. A Ferrari optou por Robert Shwartzman, o vice-campeão da Fórmula 2 e membro da Academia de Pilotos da Ferrari.

+ Ferrari anuncia retorno de Santander como parceira premium a partir de 2022

Binotto depois de anunciar a escolha de colocar Mick na reserva da equipe explicou que o jovem piloto já tem uma temporada na Fórmula 1 e provou bastante mesmo no pior carro do grid:

— Agora ele já tem uma temporada na F1, o que é importante pois penso que Mick foi bem durante a temporada, melhorou, não só na consistência mas também na velocidade. Se eu olho nas últimas corridas ele estava muito mais próximo dos carros a frente enquanto a Haas não ajudou a desenvolver o carro, então o fato dele [Mick] estar mais perto provou que ele teve uma melhora na sua própria velocidade.

(Divulgação / Ferrari Driver Academy)
Melhor resultado de Schumacher na temporada foi o 12º lugar na Hungria (Divulgação / Ferrari Driver Academy)

Se for necessário a utilização de Mick Schumacher como piloto titular na Ferrari (seja para suprir Charles Leclerc ou Carlos Sainz), a Haas deverá utilizar o brasileiro Pietro Fittipaldi, reserva da Haas com contrato renovado para 2022. Pietro competiu nas duas últimas etapas da temporada de 2020, substituindo Romain Grosjean após seu grave acidente no Bahrein.

A pré-temporada da Fórmula 1 de 2022 começa no dia 23 de fevereiro, com os primeiros dias de testes sendo em Portugal. A segunda fase de treinos será no Bahrein de 10 a 12 de março, antes da estreia da F1 no mesmo circuito com os treinos livres no dia 18 de março.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top