Automobilismo

Ferraris batem, Red Bull vacila e Hamilton vence a primeira do ano no GP da Estíria

Créditos: Reprodução/ Mercedes-AMG F1 Team
— Continua depois da publicidade —

O hexacampeão mundial Lewis Hamilton vence pela primeira vez no ano. O piloto da Mercedes largou na pole position e liderou todas as voltas do Grande Prêmio da Estíria com tranquilidade. Valtteri Bottas ultrapassou Max Verstappen num vacilo na estratégia da Red Bull e completa a dobradinha das flechas de prata, com o holandês fechando o pódio

Início turbulento

A largada do GP da Estíria foi limpa, sem nenhum piloto arriscando na primeira curva. Contudo, logo na segunda curva, Charles Leclerc tentou forçar uma ultrapassagem em seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel. Os dois se chocaram e a asa traseira do carro de Vettel foi danificada, forçando o tetracampeão alemão a sair da prova. O Safety Car entrou na pista para que os pedaços do carro de Vettel fossem recolhidos. O jovem monegasco abandonou a corrida algumas voltas depois, com danos no assoalho do carro após o acidente.

Sainz não consegue se manter

Após o Safety Car entrar nos boxes e a corrida reiniciar, a McLaren de Carlos Sainz foi ultrapassada por Bottas e Albon. Sainz largou em terceiro lugar, após uma ótima classificação na chuva e acabou em oitavo, após um pit stop com problemas da equipe britânica. Porém, ele conseguiu fazer a volta mais rápida no fim da corrida, conquistando o ponto extra.

Show mexicano

Após uma classificação problemática na chuva, Sérgio Perez, da Racing Point, largou em 17°, forçando-o a fazer uma corrida de recuperação. No entanto, o mexicano não teve muitos problemas com isso. Em 20 voltas, ele já se encontrava na nona posição. Na volta 50, ultrapassou o companheiro de equipe Lance Stroll e Daniel Ricciardo, da Renault, assumindo a quinta posição. Após cravar a volta rápida por três vezes, Perez se encontrou batalhando com Alex Albon, da Red Bull, pela quarta posição. Contudo, devido a uma falha na asa dianteira, acabou ultrapassado por Lando Norris na última curva da prova. Mas isso não tirou o brilho do mexicano, que foi eleito piloto do dia.

Red Bull vacila na estratégia

Muitos fãs queriam ver a batalha Hamilton x Versappen na corrida de domingo. Mas a equipe Red Bull decidiu parar o carro do holandês muito cedo, na volta 23, na tentativa de evitar um undercut da equipe Mercedes. Apesar de acompanhar o ritmo do hexacampeão mundial, o jovem piloto da Red Bull não teve vida suficiente nos pneus para batalhar com o britânico. A Mercedes, decidiu parar Valtteri Bottas na volta 35, deixando o finlandês com muito mais vida nos pneus para batalhar e passar Verstappen para completar a dobradinha da equipe Mercedes.

Mais um final emocionante

As últimas voltas foram marcadas por muitas batalhas no meio da zona de pontos, com Lando Norris chegando na disputa, após ultrapassar seu companheiro Carlos Sainz. Norris ultrapassou Lance Stroll, Daniel Ricciardo e Sérgio Perez na última volta para terminar a prova em quinto lugar.

Hamilton Absoluto

Lewis Hamilton cruzou a linha de chegada com mais de treze segundos à frente de seu companheiro de equipe Valtteri Bottas. Uma vitória tranquila para o hexacampeão da Mercedes, que assume a segunda posição no campeonato de pilotos. O britânico também segue na busca do recorde de vitórias do alemão Michael Schumacher, tendo conquistado sua 85° vitória, apenas seis atrás do heptacampeão.

Confira o grid final do GP da Estíria

Reprodução: Twitter/ F1

A Fórmula 1 retorna semana que vem, com o Grande Prêmio da Hungria, no autódromo Hungaroring, em Mogyoród.

Siga os perfis do Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Vários comentários

2 Comments

  1. Pingback: Confira o que rolou nas redes sociais após o GP da Estíria

  2. Pingback: Quatro pilotos da Fórmula 1 não participam de novo ato contra racismo no GP da Estíria

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo