e-Sports

FF: Level Up vaza conversas com Black Dragons, equipe que o demitiu em menos de três meses de contratação

Samuel Lima, o “Level Up 007”, vazou, na noite do último sábado (20), série de conversas com funcionários da Black Dragons. Campeão mundial pelo Corinthians em 2019, Level Up foi anunciado como novo membro da BD no final de janeiro deste ano. Menos de três meses depois, no dia 6 de março, o jogador foi descontinuado na equipe.

Uma das trocas de mensagens publicadas no Twitter mostra o diálogo entre David, empresário e irmão do atleta, e Denis Vidigal “Pings”, COO da BD, durante a LBFF. No decorrer da conversa, é possível ver que um dos motivos para os desentendimentos foi a não escalação do jogador nas primeiras rodadas da Liga. Além disso, o funcionário da Black Dragons explica que resolveria questões sobre o mau comportamento de companheiros de equipe, por meio de um psicólogo da empresa.

FF: Fluxo é a grande campeã da LBFF 4 e garante vaga para a final no Free Fire World Series 2021

Pings teria afirmado ainda, de acordo com a gravação de tela publicada, que Level Up faltou dois dias de competição, mas o atleta phttps://esportenewsmundo.com.br/fluxo-campea-lbff-vaga-free-fire-world-series/ublicou um vídeo em que faz o teste PCR da covid-19. “Denis disse que faltei 2 dias de LBFF. Foram as duas semanas que estava preso em casa sem poder sair. Como eu iria ‘pra gh’ de covid?”, questiona o atleta.

Samuel teve apenas seis quedas na competição, com um abate. O jogador ainda expôs uma conversa entre ele e o treinador da equipe, Ítalo “Stark”. Na troca, o coach da BD afirma que Level Up nem teve a oportunidade de mostrar o desempenho, que estava indo bem nos treinos e, por isso, gostaria de ter preparado melhor o atleta.

A CEO da BD, Nicolle “Cherrygumms”, respondeu à exposição. Ela definiu a atitude de Level Up como “criminosa”, além de mostrar que o atleta bloqueou membros da equipe nas redes sociais. Neste domingo (21), Cherrygumms reafirmou repúdio contra o ocorrido e que deve acionar a justiça para o caso.

O jogador Rhayan “Yan” Vasconcelos publicou um tweet sobre o assunto. Ex-companheiro de equipe pela Black Dragons, o atleta sintetizou a atitude como “ego”, ao afirmar que Level Up desmereceu os colegas não aceitando a posição de reserva. As publicações ex-membro ainda estão no perfil da BD no Instagram. Fato é que, depois da demissão, o futuro de Samuel ainda é incerto no cenário profissional de Free Fire.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top