Cruzeiro

Filipe Machado diz que Cruzeiro ‘tem que fazer valer o fator casa’ diante do Oeste e comenta parte física do elenco

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O volante do Cruzeiro, Filipe Machado, concedeu entrevista ao canal oficial do clube no Youtube, nesta segunda-feira (11), e comentou sobre a sequência do time na Série B. A Raposa enfrenta o Oeste já nesta quarta-feira (13), às 21h30, no Independência, pelo campeonato nacional. Segundo ele, o time mineiro precisa vencer.

Para isso, é preciso que os cruzeirenses melhorem sua campanha, a quarta pior da competição, como visitante – cinco vitórias, seis empates e cinco derrotas em 16 jogos. 

– Temos que fazer valer o fator casa. Viemos de tropeços dentro de casa, não podemos deixar isso acontecer. Precisamos da vitória como todos os outros jogos, mas esse jogo é essencial para a gente. Então, é entrar focado, entrar ligado como foi no último jogo para conseguirmos mais três pontos –, disse o atleta. 

Um fator importante para o resultado positivo celeste pode ter muito a ver com a boa condição física dos jogadores celestes. Isso porque, com uma rotina intensa de jogos, o desgaste pode fazer muita diferença. Porém, conforme dito por Filipe Machado, o elenco do Cruzeiro está sendo bem preparado neste quesito, o que já foi mostrando diante do Sampaio Corrêa, na última sexta-feira (8), segundo ele. 

– A gente vem trabalhando para isso, para essas sequências de jogo, então, tanto o Anselmo quanto o (Rodrigo) Saar vêm cuidando disso direitinho, sabem o que estão fazendo e vêm controlando o nosso ritmo de treino para estarmos bem durante o jogo. Então, creio que vai estar todo mundo bem (para o jogo contra o Oeste), apesar que o último jogo foi muito cansativo, o campo muito pesado e com grama alta, mas conseguimos a vitória e creio que vamos estar bem sim para o próximo jogo. 

UM CLUBE DE TANTAS GLÓRIAS… 

Filipe Machado falou, ainda, sobre a experiência de defender o Cruzeiro no ano de seu centenário. O volante se diz honrado e realizando um sonho de menino. 

– Quando sai de casa aos 13 anos, meu sonho era ajudar a minha família e jogar por um grande clube. Hoje, graças a Deus, estou em um clube com uma camisa enorme, um clube que tem tantas glórias, tantos títulos, e eu me sinto lisonjeado em fazer parte desse centenário. Espero que continue por muito tempo e vamos trabalhar para colocar o Cruzeiro onde ele merece –, disse. 

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top