Flamengo

Flamengo 2022: Entenda o projeto de futebol feminino do rubro-negro

equipe do Flamengo reunida após a Brasil Ladies Cup

Após um início movimentado na temporada 2021, com projetos desenvolvidos no profissional e na base, a estruturação de um departamento exclusivo para a modalidade, 28 contratações e a inclusão do nome das atletas no manto rubro-negro, o futebol feminino do Flamengo conseguiu conquistar três títulos importantes no ano, um Campeonato Carioca e duas Taças Guanabara (2020 e 2021), mas bateu na trave no Brasileirão e não chegou à segunda fase do torneio, terminando a competição em nono lugar. Porém, segundo André Rocha, coordenador da modalidade no clube, a instituição deseja se tornar uma potência no futebol feminino, tornando as Meninas da Gávea campeãs de “todos os títulos” até 2023.

QUER FICAR POR DENTRO DE TUDO SOBRE FUTEBOL FEMININO? ENTÃO SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

Em busca de uma nova fase no futebol feminino do rubro-negro, o Flamengo já começou a anunciar uma série de reforços para o elenco, entre elas nomes de peso da modalidade, como Cris e Duda, ex-atletas do São Paulo, e Leidiane, ex-atleta da Ferroviária. Além disso, as Meninas da Gávea passarão a ser comandadas pelo treinador português Luis Andrade, ex-técnico de futebol feminino do Benfica.

Buscando um duelo mais “equilibrado” frente às grandes potências paulistas da modalidade, o Flamengo tem se mostrado bastante incisivo no mercado, oferecendo grandes quantias para assegurar as contratações que interessam ao clube. Segundo apuração do UOL Esporte, as propostas realizadas pelo rubro-negro são extremamente altas, chegando a superar em 500% a média salarial das atletas, com ofertas salariais que se aproximam da casa dos R$ 100 mil.

As altas quantias investidas pelo Flamengo no departamento de futebol feminino são boas novas, uma vez que para que possamos ter competições mais equilibradas em âmbito regional e nacional será necessário o investimento por parte dos clubes. Porém, é importante que haja a ponderação da viabilidade de sua manutenção em médio e longo prazo, uma vez que a construção de um elenco de qualidade não assegura a conquista de títulos de maneira imediata. 

Leia mais:

+Batendo a marca de 100 jogos pelo alvinegro, relembre a temporada 2021 da meio-campista Brena, das Sereias da Vila

+Da contratação à renovação, relembre a temporada 2021 da lateral Bruninha, das Sereias da Vila

+Sereias da Vila: confira as baixas e as renovações do elenco para 2022

+Com a saída de Michelle e Dida, conheça a trajetória de Camila Rodrigues, goleira das Sereias da Vila

Com aumentos significativos na premiação de grandes competições, como a Libertadores, a expansão do calendário nacional de competições femininas e a criação de um Campeonato Mundial de Clubes Feminino no radar da FIFA, a modalidade se torna cada vez mais atrativa para os clubes, uma vez que a visibilidade também cresce, assim como a remuneração. O Flamengo, que já ocupa a elite do futebol masculino nacional, almeja agora conquistar o seu espaço de destaque no cenário feminino, e o ano de 2022 marca o início da caminhada das Meninas da Gávea em busca do topo.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top