Flamengo

Flamengo complica confronto que parecia simples, mas consegue avançar na Copa do Brasil

Flamengo complica confronto que parecia simples, mas consegue avançar na Copa do Brasil
Foto: Gilvan de Souza | Flamengo

Parecia um jogo fácil o da última quarta-feira, entre Flamengo e Altos-PI, no Raulino de Oliveira, volta da terceira fase da Copa do Brasil, vencido pelos cariocas por 2 a 0. O próprio Rubro-Negro dificultou uma partida que poderia ter sido resolvida ainda no primeiro tempo. 45 minutos de toque de bola, mas de pouca eficiência do ataque rubro-negro neste primeiro tempo.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Para se ter uma ideia, o Flamengo só conseguiu um ataque perigoso aos 11 minutos, quando Lázaro recebeu de João Gomes e, livre, chutou para fora. Depois, só aos 25 minutos, Marinho, que corria de maneira desordenada, conseguiu o primeiro controle de bola e tentou, de longe, surpreender o goleiro do Altos. Também chutou para fora.

O Flamengo só levou perigo real contra a meta do adversário aos 31 minutos, quando Léo Pereira, de cabeça, carimbou a trave. Foi um primeiro tempo fraco, mais uma vez o Flamengo não conseguiu engrenar e terminou com vaias longas ao time e ao técnico.

No segundo tempo, Paulo Sousa trouxe algumas tentativas de melhorar a equipe da Gávea. Por exemplo, Pedro no lugar de Thiago Maia. No intervalo, o técnico tirou Rodrigo Caio, que voltava de longo tempo fora por lesão, e colocou Pablo.

Ninguém conseguiu, até agora, saber o que o técnico rubro-negro pretende tirar do jogador Marinho, que corre de um lado para o outro e vai esquecendo o futebol que ele jogava no Santos.

Diego Ribas passou praticamente a partida inteira perdido e batido pelos homens do ataque adversário. Sobrecarregado, João Gomes teve que trabalhar muito para evitar um desastre.

Aos seis minutos da etapa complementar, Pedro deu sua primeira estocada para dentro da área adversária e quase fez o gol. Oito minutos, Pedro, que trabalhava com muita disposição, voltou ao ataque, passou pelo goleiro e não conseguiu fazer o gol.

Nesta altura do jogo, o Flamengo parecia ter melhorado em suas penetrações. 12 minutos, veio o pênalti em Lázaro, muito bem marcado pela arbitragem. Gabigol cobrou e fez o primeiro gol do jogo.

A partida caminhava e aos 13 minutos, o técnico Paulo Sousa tirou Lázaro e colocou Arrascaeta a pedido da torcida, que gritava o nome do craque desde o final do primeiro tempo. Aos 21 minutos, o técnico continuou substituindo jogadores. Colocou em campo Matheuzinho na vaga de Marcos Paulo.

Aos 28, convocou Victor Hugo, que completou hoje 18 anos e é uma das revelações rubro-negras junto com Lázaro. Aos 41, em uma jogada pela esquerda, Rodinei cruzou forte para a grande área, a bola subiu e quando desceu, encontrou a cabeça de Victor Hugo, que marcou seu primeiro gol como profissional.

+ Em jogo burocrático, Flamengo vence o Altos e avança de fase na Copa do Brasil

+ Capitão contra o Altos-PI, Rodrigo Caio faz desabafo em seu retorno pelo Flamengo: ‘Passa um filme na minha cabeça’

2 a 0, placar justo para o que trabalhou a equipe comandada por Paulo Sousa. É bom frisar que o técnico da Gávea ainda precisa trabalhar muito para colocar o Flamengo com suas linhas nos lugares certos para enfrentar o calendário brasileiro, cada dia mais difícil de ser cumprido.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top