Campeonato Brasileiro

Renato Gaúcho mostra confiança após derrota contra Grêmio: ‘Eu estou muito satisfeito com meu grupo’

Renato Gaúcho em treino da equipe do flamengo
Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

Após mais um jogo truncado e recheado de faltas, Flamengo perde para Grêmio no Maracanã. A partida, válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, aconteceu neste domingo, 19, teve início às 20h30 e terminou em 1 x 0 para o tricolor gaúcho. Apesar do desfecho negativo para o time carioca, o rubro negro continua na 3ª posição. Já do outro lado, o Grêmio subiu uma posição e foi para o 17º lugar.

Em entrevista coletiva disponibilizada pela FlaTV, o técnico Renato Gaúcho falou sobre a derrota e a atuação do elenco rubro negro no jogo de hoje:

– Nem sempre a equipe vai conseguir desenvolver todo o futebol que a gente sabe que meu grupo pode apresentar. Até porque no outro jogo a gente jogou praticamente da mesma forma e conseguimos vencer. Eu já falei isso para o meu grupo desde o primeiro dia que eu cheguei aqui: todo adversário vai jogar uma Copa do Mundo contra o Flamengo. E hoje aconteceu isso. […] O Flamengo a cada três dias tem uma decisão. É o segundo jogo sob o meu comando que o Flamengo não faz gol. O primeiro contra o Internacional, hoje contra o Gremio. Entao, nessa pegada forte e sempre com uma equipe diferente não é nada fácil, mas não faltou luta para o time, todo mundo se entregou. Eu já tinha falado para eles que seria um jogo muito difícil ainda mais pela situação do Grêmio no Campeonato e foi o que aconteceu.

Ainda, perguntado sobre as substituições, ele afirmou:

– Treinador, quando faz as substituições, ele sempre procura o melhor pra equipe. Primeiramente, nós estávamos perdendo o jogo. Então, eu coloquei o Bruno, até para saber das condições dele pro jogo de quarta-feira, empurrei o Gabriel e o Pedro, tinha os dois zagueiros deles para que a gente pudesse trabalhar essa bola e chegar na área e deixei o Michael mais um pouco em campo no segundo tempo. O Everton, eu não gosto de tirar o Everton. É um jogador muito inteligente, muito importante no nosso esquema. Agora, as pessoas precisam saber o que acontece com um jogador, por que ele saiu. […] Na verdade, o Everton, não era nem para ele ter jogado esse jogo porque ele estava com um problema na perna. Esse problema tem nos preocupado [principalmente devido ao próximo jogo, que acontecerá quarta-feira].

Apesar da derrota, o Flamengo ainda busca o título do Campeonato Brasileiro. Além disso, ainda está disputando outros dois títulos: Copa do Brasil e Copa Libertadores.

A próxima partida do rubro negro será quarta-feira, 22, às 21h30, no Maracanã, pela Copa Libertadores. O clube enfrentará Barcelona SC para o jogo de ida da semifinal da competição.

Para saber tudo do Flamengo, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

OUTROS TRECHOS DA COLETIVA

Sobre nova posição do Andreas Pereira para substituir o De Arrascaeta:

– Eu gosto de ouvir o jogador. Então, ouvindo, justamente, o jogador, ele gosta de jogar ali, justamente onde eu estou usando ele. Então, não adianta eu colocar ele numa outra posição se, de repente, o jogador não se sente bem.

Sobre a falta de marcação alta:

– A marcação nossa continua alta, agora tem horas que o adversário consegue fugir. Todo mundo estuda a equipe do flamengo. A gente treina marcação alta, agora o adversário também tem qualidade, nós não vamos ganhar todas as bolas do adversário. E quando o adversário escapa é obvio que tem que baixar as linhas. Todo mundo tem que voltar para marcar.

Sobre a presença de Diego, De Arrascaeta, Filipe Luís e David Luiz no próximo jogo:

– A partir de amanhã a gente começa a pensar no jogo de quarta-feira. Tenho conversado bastante com o departamento médico e com os jogadores. […] O jogo de quarta-feira é muito importante, é mais uma decisão que a gente tem, mas não é o último jogo do ano. Então, a gente tem que tomar muito cuidado para não colocar o jogador em campo e, de repente, perder ele por mais cinco, seis jogos.

Além disso, o técnico reafirmou que a derrota de hoje não desqualifica o elenco do clube carioca e relembra o histórico do time sob seu comando:

– Muitas equipes estão brigando por duas e muitas estão brigando por uma [competição]. Mas tem que entender que o desgaste é muito grande no momento que você participa de três competições, como o Flamengo vem fazendo. Por isso nós temos vários jogadores machucados. Por isso que tem que rodar o grupo, justamente para poupar um ou outro jogador quando ele está muito desgastado, porque a gente fica com uma lesão e perde um jogador importante. Mas eu estou muito satisfeito com o meu grupo. Perdemos duas partidas de 17 sob o meu comando. Então, lógico que ninguém quer perder, aconteceu. Lógico que não vamos ganhar todos os jogos, a gente não tem uma equipe imbatível, mas eu estou muito satisfeito com meu grupo. Tanto é que a gente está brigando bem pelas três competições e isso não é nada fácil.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top