Fluminense

Fluminense encara Botafogo pressionado por vitória; confira a análise do rival

Foto: Maílson Santana
— Continua depois da publicidade —

Na manhã deste domingo (4), Fluminense e Botafogo protagonizam o clássico Vovô, às 11h, no Estádio Nilton Santos, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.  Neste ano, ambas as equipes se enfrentaram três vezes. A primeira, pelo Campeonato Carioca, o tricolor das Laranjeiras não sofreu para vencer o rival com folga por 3 a 0, no Maracanã. Os outros dois confrontos foram em amistosos pouco antes da volta do Brasileirão com um triunfo do Flu e um empate.

Análise:

Mesmo os investimentos entre os times não diferirem, a situação no campeonato, até então, são de extrema divergência. Em caso de vitória, o Fluminense alcança os 20 pontos e, dependendo de uma série de resultados, ainda nesta rodada, pode dormir na terceira colocação. Já o Botafogo, acumula apenas 11 pontos e ocupa a 19ª posição. Se o alvinegro carioca conseguir o triunfo no clássico, pode sair da zona de rebaixamento e respirar.

O fator clássico pode ser pontual para igualar o confronto. Curiosamente, os últimos 10 jogos entre as duas equipes no Brasileirão não tiveram empates – cinco vitórias para cada lado. Com a necessidade de triunfo dos rivais carioca, a história pode se repetir.

Novidades no Botafogo:

A principal novidade do alvinegro carioca está fora das quatro linhas. Com a demissão de Paulo Autuori após a derrota em casa para o Bahia, em jogo pendente pela primeira rodada, Bruno Lazaroni foi efetivado no cargo e será o responsável para comandar o Botafogo na beira do gramado. Túlio Lustosa também é novidade. Com a ausência no cargo após o falecimento de Valdir Espinosa, o ex volante assume a posição de gerente de futebol.

Dentro das quatro linhas o Glorioso acumula algumas mudanças significativas em relação a última partida. Marcelo Benevenuto está recuperado de lesão e volta para a equipe no lugar de Souza. Com a lesão de Bruno Nazário, Rhuan deve suprir a posição. E Babi volta estar relacionados entre os titulares.

Desfalques: Gatito; Nazário, Davi Araújo, Guilherme Santos e Honda.

Provável Botafogo: Cavalieri; Kevin, Marcelo, Kanu e Victor Luis; Forster, Renteria e Caio; Rhuan, Kalou e Babi. Técnico: Bruno Lazaroni.

Principais pontos do rival:

Com a chegada de Bruno Lazaroni na equipe do Botafogo, o 3-5-2 pode ser desformado no clássico deste domingo. Rafael Fosrter, que vinha atuando como líbero entre os zagueiros, deve jogar mais avançado ao lado de Renteria e Caio Alexandre no meio de campo. A dupla de zaga será formada com os campeões brasileiros sub-20 no ano de 2016, Kanu e Marcelo Benevenuto. Entrosamento não será problema para os jovens.

Em contrapartida, com as baixas de Nazário e Honda, o setor de criação do Botafogo será improvisado. No último terço do campo, com Kalou na ponta esquerda, a falta de velocidade pelas extremas pode ser neutralizada. Davi Araújo, que é o jogador com essa característica mais clara no elenco do Glorioso, não está à disposição de Lazaroni, e dificultará ainda mais caso a válvula de escape precise ser acionada pelas beiradas.

Você acompanha o Tempo Real do clássico e o Saideira ENM nas redes sociais do Esporte News Mundo.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top