Fluminense

Fluminense tem oito atletas com participações em Libertadores. Confira quem são

Fluminense Libertadores
Fotos: Divulgação/Fluminense

O Fluminense confirmou a ida direta à fase de grupos da Libertadores após o Palmeiras conquistar a Copa do Brasil. O sonho começa a se tornar realidade agora e a diretoria já deixou claro que vai montar um time mesclando jogadores mais experientes e com a promissora nova geração da base Tricolor. Mas, além da experiência de idade, será que o elenco conta com atletas que já conheçam os caminhos para uma boa campanha no principal torneio sul-americano?

Matheus Ferraz, com 36 anos, um dos mais velhos do elenco, é um estreante na competição. Porém, há quem já até tenha levantado o caneco de campeão da América do Sul. Muriel, Danilo Barcelos, Egídio, Wellington, Nenê, Ganso, Fernando Pacheco e Fred são os únicos do plantel do Fluminense a terem jogado o torneio.

Além das participações, histórias também fazem parte das idas. O goleiro Muriel é um exemplo disso. Foi o goleiro titular do Internacional na Libertadores de 2012 e foi eliminado pelo próprio Fluminense. E um dos gols que o tiraram da competição foi de Fred.

++ Com presença confirmada na fase de grupos da Libertadores, Roger Machado ganha tempo para organizar o Fluminense
++ Palmeiras conquista Copa do Brasil, e Fluminense garante vaga direta na fase de grupos da Libertadores

VEJA AS PASSAGENS DOS ATLETAS POR LIBERTADORES

Muriel:

Participou da Libertadores de 2012, jogando como goleiro do Internacional. Chegou até às oitavas, mas, curiosamente, foi eliminado pelo Fluminense. Um dos algozes daquela partida é, hoje, seu companheiro de clube: Fred.

Danilo Barcelos:

Jogou o torneio em 2017, pelo Atlético-MG.

Egídio:

Junto com Fred, o jogador desse elenco do Fluminense com o maior número de participações, o lateral-esquerdo já esteve presente em seis edições do torneio. Pelo Paraná (2007), Cruzeiro (2014, 18 e 19) e Palmeiras (2016 e 17). Já marcou dois gols e deu oito assistências ao longo do torneio.

Wellington:

Jogador que esteve nas edições mais recentes da Libertadores neste atual elenco. Contratado justamente para agregar experiência para o torneio, participou em 2009 e 2013, pelo São Paulo; 2018, pelo Vasco da Gama; e 2019 e 2020, pelo Athlético.

Nenê:

Em sua primeira participação, em 2003, pelo Santos, chegou até a final, mas acabou sem o título após derrota para o Boca Juniors. Depois de 16 anos, voltou a disputar o torneio, mas ficou pela pré-Libertadores, com o São Paulo, depois de perder para o Talleres-ARG.

Ganso:

Único do elenco a ter sentido o gosto de ser campeão da América do Sul. Em 2011, pelo Santos, levou o título. Depois, participou em 2012, ainda pelo Peixe, e em 2013, 15 e 16, pelo São Paulo. Tem seis gols marcados e 14 assistências.

Fernando Pacheco:

Tem duas participações (2017 e 2019), ambas pelo Sporting Cristal. Nunca passou da fase de grupos. Terá a oportunidade de mudar isso com o Fluminense.

Fred:

Único atleta do atual elenco a ter disputado a Libertadores pelo clube. E não foi só uma vez. Esteve nas campanhas de 2011, 12 e 13. Além de 2017, pelo Atlético-MG, e 2018 e 19, pelo Cruzeiro. Tem 18 gols e seis passes para gol.

Lembrando que a fase grupos começa no dia 20 de Abril. O sorteio que definirá os adversários do Fluminense acontecerá no dia 9 de Abril.

Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top