Santos

Fora de casa, Santos enfrenta o Internacional para tentar quebrar “tabu duplo”

Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Santos entra em campo nesta quinta-feira, às 19h30 (de Brasília) diante do Internacional, no Beira Rio, para tentar quebrar um tabu duplo. Além de buscar sua primeira vitória desde a retomada do futebol, o Peixe ainda tentará vencer no estádio Colorado pela primeira vez desde 2008.

A última vez que o Santos ganhou uma partida foi no dia 10 de março, antes da paralisação do futebol, quando bateu o Delfin, do Equador, pela Copa Libertadores. De lá para cá são cinco jogos, com três derrotas e dois empates.

Neste meio tempo, o Peixe demitiu o português Jesualdo Ferreira e contratou o técnico Cuca. Porém, com menos de uma semana de trabalho, o novo treinador do clube ainda não teve tempo para dar sua cara a equipe. Por isso, ele ainda tem a missão de fazer o Santos reencontrar a vitória e retomar a confiança do elenco.

Além disso, o Santos de Cuca ainda tem um desafio a mais diante do Internacional: vencer o rival em seu estádio. A última vitória santista no Beira Rio aconteceu em julho de 2008. Na época, coincidentemente, o Peixa também era comandado por Cuca, e venceu por 1 a 0, com gol de Maikon Leite.

Desde então, Internacional e Santos se enfrentaram outras 11 vezes no Beira Rio, com seis empates e cinco vitórias coloradas.

Time provável

Para o jogo desta quinta-feira, o técnico Cuca terá praticamente força máxima no Beira Rio. O único desfalque é o atacante Raniel, que não viajou com a delegação porque não está na condição física ideal.

Assim, um provável Santos é o seguinte: Vladimir; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Diego Pituca (Jobson) e Carlos Sánchez; Soteldo, Marinho e Kaio Jorge.

Após o confronto diante do Internacional, o Santos seguirá sua maratona de jogos, assim como os demais times que disputam o Brasileirão. No domingo, o Peixe enfrenta o Athletico-PR, na Vila Belmiro.

Para saber tudo sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top