Campeonato Brasileiro

Fortaleza não vencia uma partida de virada há quase quatro meses

Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza EC

A manhã desse último domingo (30) foi histórica para o futebol cearense. No Mineirão, o Fortaleza de Juan Pablo Vojvoda superou o Atlético-MG de virada pelo placar de 1×2 em sua estreia no Campeonato Brasileiro Série A 2021. Com dois gols de Yago Pikachu, que entrou no segundo tempo, o Leão do Pici não se intimidou e buscou a vitória após ser extremamente prejudicado pela arbitragem em Belo Horizonte.

+ LEIA MAIS | Pela primeira vez, Fortaleza inicia a Série A de pontos corridos com vitória

A vitória de virada do Fortaleza sobre o Atlético-MG marcou a realização de um feito que não acontecia há quase quatro meses. A última vez que o Leão do Pici buscou e reverteu uma desvantagem no placar havia sido no dia quatro de fevereiro de 2021. Na oportunidade, o Tricolor de Aço recebeu o Coritiba e, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro Série A 2020, saiu atrás, mas, comandado por David, virou a partida rapidamente. Por fim, Wellington Paulista garantiu os três pontos do Leão.

Desde então, o Fortaleza saiu atrás no placar em seis partidas diferentes. No entanto, a virada só veio no último destes jogos. Primeiramente, o Leão sofreu com uma sequência de derrotas no fim do Campeonato Brasileiro Série A 2020. As derrotas para Palmeiras (3×0), Bahia (0x4) e, por fim, Fluminense (2×0) não foram evitadas pelo time cearense.

Para ficar por dentro de tudo que acontece no Fortaleza, siga o Esporte News Mundo no Twitter, no Facebook e no Instagram.

Já nesta temporada, o Tricolor do Pici começou um duelo em desvantagem em três oportunidades. Na Copa do Nordeste, Treze e Santa Cruz foram os responsáveis por complicar a vida do Fortaleza. Primeiramente, contra o clube paraibano, o Leão alcançou o empate. Contra o rival pernambucano, por outro lado, a derrota foi concretizada. Por fim, nesse último domingo, após começar perdendo no Mineirão, o time cearense virou o confronto diante do Galo Mineiro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top