Campeonato Carioca

Fred é ofuscado pela expulsão de Egídio e Fluminense é goleado pelo Volta Redonda

Fred não teve encanto em sua reestreia. Foto: Lucas Merçon/Fluminense

Um retorno para esquecer. Se o torcedor do Fluminense estava com saudades de ver seu time em campo, logo ela se transformou em angústia, visto que com 15 minutos ele já via seu time estar perdendo por 1 a 0 para o Volta Redonda e com um jogador a menos. O resultado foi uma bela atuação do Voltaço, que castigou o tricolor nos contra-ataques e saiu com uma merecida goleada por 3 a 0, no Nilton Santos sem público, na noite deste domingo. Nem a estreia de Fred no time do Fluminense foi capaz de fazer a equipe reagir diante de tal cenário adverso.

Precisando de uma vitória, ou pelo menos um empate, para se manter com chances claras de terminar com a melhor campanha na classificação geral do Campeonato Carioca, o Fluminense logo tomou um choque no estádio vazio do Engenhão. Um contra-ataque mortal do Volta Redonda, terminado com uma falha grotesca do goleiro Muriel em finalização de Pedrinho, que abriu o placar. Quando estava quase se entendendo dentro de campo, com Hudson, Yago Felipe e Ganso na meiuca, a situação ficou muito mais complicada por conta da expulsão de Egídio. Para evitar no contra-golpe do adversário, ele parou o lance com uma tesoura por trás absolutamente desleal e foi direto para o chuveiro com apenas 15 minutos.

FRED NÃO BRILHA. GANSO DEIXA A DESEJAR

A expulsão abalou o time. Hudson não conseguia criar chances, assim como Ganso. O dia não era de inspiração. Fred não conseguiu criar oportunidades e deixou o campo no intervalo. Seu primeiro gol no retorno fica para uma próxima oportunidade.

MEXIDAS NÃO SURTEM EFEITO

Odair Hellmann já fez uma substituição arriscada no primeiro tempo ao tirar Marcos Paulo, um dos poucos jogadores que tem capacidade de tirar uma boa jogada ofensiva da cartola, para repor a lateral-esquerda, colocando Orinho. No segundo tempo também entraram Miguel, Fernando Pacheco, Miguel Araújo e Caio Paulista. Muitos atacantes, poucas triangulações e jogadas. Claro, o gramado estava pesado, apenas nove dias treinando e com um jogador a menos, não dá para pegar tão pesado neste retorno do Tricolor aos gramados.

ATUAÇÕES – FLUMINENSE

Muriel – 5

Falhou feio no primeiro gol, mas fez um milagre ainda no primeiro tempo.

Gilberto – 5

Nino – 4

Matheus Ferraz – 4

Egídio – 3

Yago Felipe – 5,5

Hudson – 6

Ganso – 5,5

Marcos Paulo – 6

Evanlson – 5,5

Fred – 5,5

Orinho – 5

Pacheco – 5

Araújo – 4,5

Caio Paulista – 6

Miguel – Sem nota

Odair Hellmann – 4,5

Difícil criticar o trabalho de um treinador sob tantas circunstâncias ruins, mas o segundo tempo do Fluminense demonstrou fragilidades perigosas. Time precisa trabalhar o entrosamento e tentar dar menos espaços. Contra-ataques do Volta Redonda foram todos muito perigosos.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 x 3 VOLTA REDONDA

Data-Hora: 28/6/2020, às 19h

Estádio: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha e Diogo Carvalho Silva

Público/Renda: Sem público.

Cartão amarelo: Gilberto e Matheus Ferraz (FLU); Oliveira, Daniel, Luan Leite e William Mineiro (VOL)

Cartão vermelho: Egídio, aos 15’/1ºT (FLU)

Gols: Pedrinho, 5’/1ºT (0-1), Saulo, 17’/2ºT (0-2) e Saulo, 44’/2ºT (0-3)

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Nino, Matheus Ferraz e Egídio; Yago Felipe (Fernando Pacheco – Intervalo), Hudson e Ganso (Miguel Araújo, aos 15’/2ºT); Marcos Paulo (Orinho, aos 34’/1ºT) , Evanílson (Miguel, aos 39’/2ºT) e Fred (Caio Paulista – Intervalo). Técnico: Odair Hellmann

VOLTA REDONDA: Douglas; Oliveira, Heitor, Daniel (Luan Leite, aos 24’/2ºT) e Luiz Paulo; Bruno Barra, Wallisson (William Mineiro, aos 24’/2ºT), Marcelo e Bernardo (Saulo, aos 15’/2ºT); João Carlos (Marcos Bebê, aos 38’/2ºT) e Pedrinho (Luan Martins, aos 38’/2ºT). Técnico: Luizinho Vieira

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo