e-Sports

Valorant: Gamelanders e FURIA vencem e garantem vaga no Challengers Finals BR

Gamelanders e FURIA se classificam para as finais do Challengers BR. Foto: Divulgação/Valesportsbr.

Na noite deste sábado (17) aconteceram os jogos do Upper Bracket da segunda fase da etapa dois do Challengers BR. Os times disputaram por duas vagas diretas no Challengers Finals BR, com Gamelanders e FURIA garantindo a classificação nos jogos de hoje. As equipes Team Vikings e YNG Sharks ainda jogarão amanhã contra Slick e Havan Liberty, respectivamente, pelas outras duas vagas diretas para o Finals. As equipes que não se classificarem amanhã ainda poderão disputar a Fase 3 do Challengers.

Foto: Reprodução/Riot Games – Valesports BR

No primeiro confronto da noite de Challengers entre Team Vikings e Gamelanders, o equilíbrio pairou sobre as equipes. Com uma vitória para cada lado com o mesmo placar nos dois primeiros mapas, as equipes mostraram que não tem essa de “melhor equipe do Brasil”, levando o desempate para o terceiro mapa. A Gamelanders foi mal na primeira rodada (Ascent), perdendo por cinco pontos de diferença (13 a 8), mas voltou forte no segundo mapa e aplicou o mesmo placar na Team Vikings. No terceiro jogo, as duas equipes tiveram momentos de soberania, abrindo grandes vantagens, correndo atrás do empate e eventualmente, da virada. O confronto em Haven chegou a ter 6 pontos de vantagem para a Gamelanders, que ainda viu a Team Vikings levar o jogo para o Overtime depois de uma sequência incrível, colocando fogo na partida. Mas a GL tinha Mwzera e Nyang em noite inspirada, e ajudaram a equipe a sair com a vitória por 14 a 12 em Haven. Placar geral: 2 a 1 para a Gamelanders, que garantiu sua vaga nas Challengers Finals BR.

No duelo entre FURIA Esports e Sharks, as duas equipes também levaram a decisão para o terceiro mapa. Em três confrontos muito disputados, a FURIA de Xand e qck foi superior e conseguiu se classificar para as finais. Em Bind, a FURIA pareceu que ganharia sem maiores problemas até que a Sharks começou a reação e aplicou a virada, levando o primeiro ponto da noite. Já em Icebox, foi a FURIA quem precisou se recuparar e correr atrás do prejuízo. Depois de dois Overtimes, a equipe conseguiu reverter a complicada situação em que se encontrava para levar a disputa ao terceiro mapa. No último mapa, Ascent, o time furioso foi superior em quase todo o jogo, tendo apenas alguns momentos irregulares do meio para o fim da partida. Com atuações iluminadas de qck, Xand e Khalil, a FURIA conquistou uma das oito vagas para o Challengers Finals.

Confira um pouco do que rolou nas partidas:

Team Vikings (1) X (2) Gamelanders

Ascent (VKS 13 X 8 GL): No mapa de escolha da Team Vikings, a equipe abriu grande vantagem no início da partida, com seis rounds seguidos em cima da Gamelanders. A VKS foi muito efetiva no ataque do primeiro mapa, com plants bem sucedidos e boas defesas no after. Foi só no sétimo round que a GL conseguiu seu primeiro ponto, com defuse nos últimos segundos. O ponto foi o primeiro de uma sequência de três, que foi interrompida pela ótima jogada de Sacy e Saadhack mesmo em desvantagem numérica.

Com um final de primeira metade equilibrado, o placar antes da troca era de 8 a 4. No primeiro ataque da Gamelanders, a equipe até plantou a Spike no ponto A, mas com três eliminações de Saadhack, a VKS levou o Round Pistol e continuou aumentando a vantagem no placar. Foi só depois de três pontos seguidos da VKS que a Gamelanders voltou a pontuar com um clutch de “FZN” que garantiu a defesa da Spike e o round.

Depois de um ponto para cada lada, a VKS chega ao Map Point. Apesar de ter levado 2 rounds e diminuído a vantagem, a GL não foi capaz de garantir o Overtime, perdendo o primeiro mapa com o placar de 13 a 8. “Frz” foi o maior eliminador da partida com 21 abates e 3 first bloods.

Icebox (VKS 8 X 13 GL): No segundo mapa da partida, a VKS abriu o placar em um Round Pistol com quatro eliminações de “frz”. A equipe ainda garantiu o segundo round, mas em seguida viu a Gamelanders crescer e marcar uma sequência de 5 rounds, tomando a frente do placar pela primeira vez na noite. Em Icebox, a GL jogou extremamente confortável com uma composição que deixou os duelistas mais à vontade.

Foi comum o Mwzera pegar o primeiro abate em diversos rounds, abrindo a vantagem numérica em diversas situações, possibilidando o plant com mais facilidade. Na troca de lados o placar era de 8 a 4 para a Gamelanders. Com o início da segunda metade, a GL continuou pontuando com boas defesas e rotações, quase sempre eliminando todos os jogadores da Team Vikings.

Foi só depois do terceiro ponto seguido do time de Mwzera que a VKS retomou a vitória, ainda com uma grande desvantagem no placar a ser revertida. A Gamelanders chegou ao Map Point com um placar de 12 a 5, e apesar de a Vikings ter conseguido adiar o inevitável por 3 rounds, a GL levou o mapa com o placar de 13 a 8. “Mwzera” foi o grande destaque do mapa com 24 abates e 6 first bloods.

Haven (VKS 12 X 14 GL): Em uma partida inspirada de Mwzera e Nyang, a Gamelanders saiu na frente com o Round Pistol e chegou a abrir 5 pontos antes do primeiro da Vikings. A GL impôs um ritmo agressivo mesmo na defesa, abatendo os jogadores adversários rapidamente com posições avançadas. O jogo até ensaiou alguns momentos de equilíbrio, com a VKS reduzindo a desvantagem de um placar de 7 a 1 para 7 a 5.

A Gamelanders, porém, aplicou mais uma ótima sequência, abrindo cinco pontos de vantagem antes da pausa técnica da VKS. Ao chegar no Match Point, o placar mostrava 12 a 8 para a GL, mas a Team Vikings conseguiu ainda estender a partida para o Overtime com uma sequência inacreditável que colocou fogo na partida.

Apesar da grande campanha do time de Saadhack, MWzera e Nyang da Gamelanders estavam em noite inspirada, e a equipe fechou o mapa com o placar de 14 a 12 na melhor partida da noite até aqui. Fica o destaque para a atuação de Mwzera que garantiu 38 abates e 7 first bloods, números que ilustram a grande noite do jogador. “Fzn” também merece destaque pelas séries que foram levadas com clutchs do jogador, que foi imprescindível para a vitória da equipe nessa noite de Challengers.

FURIA Esports (2) X (1) YNG Sharks

Bind (FUR 11 X 13 SHK): A Sharks abriu o placar garantindo o Round Pistol com uma jogada absurda de “fra” que levou 4 eliminações sozinho. Depois de mais um ponto da SHK, a FURIA levou seu primeiro round de uma sequência de 5 pontos, com três eliminações de Khalil que esteve forte a partida inteira. A Sharks conseguiu interromper a campanha furiosa, mas não se manteve regular no resto da primeira metade, chegando a ter uma desvantagem de quatro pontos na troca de lados.

Depois da troca, porém, a SHK engatou uma sequência de seis rounds seguidos em cima da FUR, com um set-up defensivo muito efetivo capaz de neutralizar todas as jogadas do ataque adversário. Foi só depois de 6 rounds que Khalil conseguiu um ótimo clutch e fez a FURIA retomar a vitória. O round seguinte foi marcado pelo empate da FUR com mais um clutch, dessa vez de “teddy” que defendeu muito bem a Spike no after-plant.

Em dois rounds seguidos onde o “gaabxx” brilhou, primeiro com três eliminações depois com quatro, a equipe da Sharks alcançou o Map Point com o placar de 12 a 10. Apesar de a FURIA ter conseguido ainda levar um round, Prozinho encerrou o mapa com um placar de 13 a 11 para a YNG Sharks. Vale destacar a atuação de “gaabxx” que deu aulas de mira garantindo diversos rounds com mais de uma eliminação.

Icebox (FUR 15 X 13 SHK): A equipe da Sharks levou os dois primeiros rounds com excelentes jogadas de plants, mas a Furia não ficou pra trás e logo empatou a partida. Em uma série de viradas e empares, a FURIA de Khalil conseguiu dois pontos de vantagem no final da primeira metade, com o placar marcando 7 a 5 para a equipe na troca de lados. Após a troca, a Sharks converteu o Round Pistol, mas logo em seguida a Furia engatou uma boa sequência nas jogadas de “qck”, que auxiliou a equipe com diversas eliminações durante a segunda metade.

O resto da partida foi marcado pela correria da Sharks para reverter a desvantagem, conseguindo empatar o jogo em 11 a 11 em uma partida com superioridade furiosa durante todo o mapa. O Overtime chegou depois de um ponto para cada lado, em um final muito tenso das duas equipes, com o primeiro ponto sendo conquistado pela Sharks, mas em seguida veio o empate da Furia levando o jogo para mais um OT.

Não dá pra subestimar um time que tenha Khalil e Xand na line, e dois rounds depois do empate a Furia conseguiu levar o Map Point levando a decisão do jogo para Ascent. Placar do mapa: 15 a 13. “Khalil” foi o grande nome pela FURIA, com 28 abates e 5 first bloods, enquanto “gaabxx” foi o destaque da Sharks com 25 abates e 7 first bloods.

Ascent (FUR 13 X 9 SHK): Com um início diferente dos outros mapas, a FURIA começou a partida com tudo, levando os primeiros dois rounds, com jogadas rápidas de eliminação na defesa. A Sharks marcou em seguida, no primeiro round armado da partida, mas a agressividade da FURIA de “qck” complicou a vida da equipe, que não conseguiu efetuar muitos plants nessa primeira metade como atacante. Na troca de lados, o placar marcava 8 a 4 para a FUR.

Após a troca, a defesa da Sharks conseguiu levar o Round Pistol e mais dois pontos antes de ser interrompida por “qck” e “Xand” da FURIA, que retomaram a vitória uma rodada antes do que seria o empate da SHK. A equipe de “Xand” conseguiu três rounds em sequência, chegando a 11 pontos antes do próximo ponto da Sharks, que não conseguiu engatar uma sequência. Logo no próximo round a FUR alcançou o Match Point, colocando a SHK em situação complicada e difícil de reverter, necessitando de 4 vitórias seguidas para levar o jogo ao Overtime. Com um round rápido e efetivo, a FUR levou o ponto seguinte e carimbou sua passagem para as finais do Challengers. O destaque do mapa foi Xand, da FURIA Esports, com 24 abates e 5 first bloods e o MVP da série foi qck.

As equipes vencedoras se classificaram diretamente para as finais do Challengers, enquanto os perdedores ainda jogarão amanhã pelo Lower Bracket em busca das últimas duas vagas da etapa 2. As partidas acontecerão às 19h no modelo MD3, com transmissão pelos canais oficiais de Valorant da Riot Games na Nimo TV, Twitch e no YouTube,

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook para ficar por dentro de tudo que rola no Challengers BR.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top