Fluminense

Ganso vira página após vestir camisa do Santos e destaca: ‘Carinho pelo Fluminense é enorme’

FOTO: MARCELO GONÇALVES/FLUMINENSE

Paulo Henrique Ganso concedeu entrevista coletiva, nesta quinta-feira, no CT Carlos Castilho após treino pela manhã. O meia e camisa 10 do Fluminense destacou o momento da equipe e aproveitou para encerrar polêmica da última partida contra o Santos, quando saiu de campo vestindo a camisa do clube que o revelou para o futebol.

– Normal alguns torcedores ficarem sentidos, porque eu sai com a camisa do Santos. Ali, foi mais uma homenagem para torcida, mas fiz meu papel dentro de campo. Sou muito grato ao clube que me revelou. O carinho pelo Fluminense é enorme e meus filhos são apaixonados. Foi um jogo só. Isso já passou e pensar mais para frente e parar de perder pontos – disse.

Ainda sobre a situação, Ganso disse aos torcedores para pedir para o presidente renovar o contrato. Ele afirmou que possível extensão de contrato depende da situação do clube e pensamento do presidente Mário Bittencourt.

– Brinquei naquele momento, mas sem dúvida (risos). Vamos conversar e a ideia sim que haja uma renovação, mas tudo depende do momento do clube, como vai terminar a temporada e lógico depende do pensamento do presidente Mário.

Ganso afirmou ainda estar vivendo o melhor momento desde que chegou ao clube. Segundo o camisa 10, o time neste momento como um todo está em grande fase e luta por títulos.

– É um momento bom não só meu e sim do clube. Depois de muito tempo, conseguimos conquistar o título do Campeonato Carioca, estamos disputando o título do Brasileiro e ainda tem a Copa do Brasil, onde demos um primeiro passo. É o melhor momento para mim e para o clube no geral

O Fluminense volta a campo, neste domingo, às 16h, contra o Cuiabá, no Maracanã, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe tricolor está na terceira posição, com 35 pontos, e quer se aproximar ainda mais do líder Palmeiras, que soma 42 pontos no momento. Na segunda posição, Corinthians tem três a mais que o Tricolor das Laranjeiras.

+ Sem Luccas Claro, Fluminense ganha novas opções de formação para zaga

OUTROS TRECHOS DA COLETIVA:

NÚMEROS PELO FLUMINENSE

A assessoria até passa os números, mas não me ligo nisso não. O principal é focar para o Fluminense ser campeão, independente da minha performance dentro de campo. Como até o Stephen Cury disse, fazer o time vencer, e quero fazer o Fluminense vencer sempre. Com relação a Seleção, é sempre muito bom, mas hoje meu objetivo é levar o Fluminense a ser campeão.

DINIZ

A gente cita muito Diniz, mas temos toda a comissão técnica, com Eduardo e Wagner. É muito trabalho, muita repetição, por isso, que cada vez mais estamos entrosados dentro de campo. Temos que pensar no time, porque aí vai valorizando todo mundo. Espero que continue assim até o fim do ano, coroando com títulos.

TREINO DIFERENCIADO

Diniz tem muita repetição, passa muita confiança para o jogador, especialmente, na saída de bola, treina bastante. Mas isso é o pouco que a gente faz. Temos vários fatores de treino, muita repetição. Que continue assim para o adversário não ficar sabendo

NEYMAR NO FLU?

Se ele quiser voltar para o Brasil, o Fluminense está à disposição (risos). Mas todos estão acompanhando o Fluminense pelo fato do jogo brasileiro, com muita jogada ensaiada, muito improviso. Só temos que acertar a questão dos gols sofridos, porque aumenta nossa chance de sair vencedor sempre.

AUSÊNCIA DE CAIO PAULISTA E ANDRÉ CONTRA O CUIABÁ

André é um jogador de nível de Seleção Brasileira. Vai fazer falta para a gente, mas temos que pensar como time, como grupo. Quando não tiver André, vai ter Martinelli, Nonato, Wellington, Yago. Todos estão para ajudar. Quem entrar na posição vai nos ajudar bastante.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top