Cruzeiro

Gestor financeiro fala sobre projeto de SAF no Cruzeiro: ‘Fundamental dado o tamanho da dívida’

Gestor financeiro fala sobre projeto de SAF do Cruzeiro: 'Fundamental dado o tamanho da dívida'

O Cruzeiro vive um momento de reestruturação em suas finanças. Fred Luz, da empresa Alvarez & Marsal, é uma das pessoas que fazem parte desse processo do clube mineiro, que trabalha para quitar grandes dívidas. Nesta semana, o gestor financeiro concedeu entrevista ao portal Super.FC e falou do impacto da implementação da SAF (Sociedade Anônima de Futebol) no clube:

Acredito que é fundamental para o Cruzeiro (implementar a SAF), dado o tamanho do endividamento do clube. A necessidade também. Virão investidores interessados no desempenho da empresa, que terá valor de mercado. As pessoas que investiram vão querer ter perspectiva de retorno de investimento dela. Pode ser que as ações ganhem valor. Essas pessoas, e a aí virá do acordo de acionistas, vão querer acompanhar responsabilidade fiscal. Exigirão auditoria, responsabilidade financeira. Isso tenderá a dar ao clube o que eles normalmente não têm como associações, que é a perenidade da sua estrutura. A gente falou de desempenhar melhor o marketing, a área financeira, o futebol. Mas isso demanda solidez. O rodízio comum no futebol faz com que entrem pessoas com um nível de aprendizado muito baixo, entram pessoas sem experiência. Às vezes, dá certo, mas na maior parte do tempo, dá errado. Temos que captar recursos, que virão com melhoria da administração, perenidade.

Leia também: Alvimar Perrella cita Bolsonaro, celebra aprovação de SAF no Cruzeiro e alerta: ‘Não podemos errar’

Fred também cita os pontos positivos que enxerga no desenvolvimento financeiro da Raposa:

– O que o Cruzeiro tem de extremamente positivo? O tamanho. Eu brinco até, porque todas as empresas lutam muito para conseguir cliente, mas o clube de futebol já tem cliente, ele não troca. É criar relacionamentos produtivos com o cliente que fará a instituição ter poder de valor. O Cruzeiro pode almejar ser um top cinco. Crescimento de torcida é possível, mas demanda longo prazo, não é algo imediato. No horizonte de cinco anos, o que você tem de variação de torcida é muito baixo. Boas práticas fazem aumentar a torcida também.

Diferenças na consultoria ao Cruzeiro

Além do relação com o Cruzeiro, a empresa Alvarez & Marsal já prestou consultoria para, entre outros clubes, o Flamengo. Fred explica as diferenças do trabalho na Raposa para o que foi feito no Rubro-Negro:

– A relação do Cruzeiro é mais desfavorável que era do Flamengo. A dívida mais contigências versus faturamento era de 3,75. Era uma dívida de R$ 750 milhões mais ou menos para uma receita de R$ 200 milhões. Aqui no Cruzeiro é uma dívida que chega perto de R$ 1 bilhão para uma receita de R$ 150 milhões por ano. Temos que diminuir muito essa dívida e estender o período de pagamento dessa dívida para garantir que os credores recebam também. Temos que fazer um balanço com o que se paga de dívida e um aumento sustentável do futebol.

Leia também: Conselheiro do Cruzeiro rebate ataque de Perrella e critica Pedrinho: ‘Não precisamos de mecenas’

– São dois desafios, esse de diminuir a dívida. Mas para diminuir a dívida, o Cruzeiro tem que melhorar os fundamentos de sua gestão, geração de receitas, até formação de atletas, que é uma geração importante e fundamental nos clubes de futebol durante um tempo – complementa o gestor financeiro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top