Campeonato Brasileiro

Glauber Ramos após virada histórica contra o Santos: ‘Falamos para os atletas jogarem como o Goiás’

Jogadores celebram gol com Glauber Ramos / Instagram: Tadeu

O Goiás venceu o Santos de virada pelo placar de 4 a 3 na Vila Belmiro, pela 32ª rodada do Brasileirão. Com gols de Rafael Moura (x2), Fernandão e David Duarte, o Goiás respira um pouco na briga pelo rebaixamento e chega à marca de 29 pontos, e está a 6 de sair da zona de rebaixamento.

Em entrevista coletiva concedida após o fim da partida, Glauber começou falando sobre as derrotas nas duas últimas partidas e as justificou com as lesões de última hora e as suspensões. No caso, o Goiás tinha sido goleado pelo Flamengo e pelo Ceará.

Já sobre o jogo de hoje, houveram dois momentos distintos segundo o treinador: o primeiro tempo, em que o Goiás saiu perdendo por 2 a 0 e o segundo tempo, quando o time aplicou a incrível virada:

– Me incomodaram muito os gols de bola aérea que tomamos. Após sairmos perdendo de 2 a 0 no primeiro tempo, motivamos e acalmamos os atletas no vestiário. Falamos para os atletas jogarem como o Goiás. No segundo tempo, os atletas jogaram com muita vontade e nós pudemos virar o jogo – relatou o treinador

Questionado sobre a escalação titular, ele falou sobre as críticas que recebe:

– O time com Shaylon e Vinícius é mais uma opção para o jogo contra o Fluminense. Apesar disso, a formação inicial é muito forte, devemos aproveitar a experiência do Fernandão e do Rafael Moura, que vão muito bem juntos. A importância do Rafael Moura e do Fernandão é o apoio moral, a liderança, e a tranquilidade que eles passam para os jogadores mais novos – rebateu Glauber.

Por fim, ele deixou claro que a prioridade do clube é o Brasileirão e que os jogadores seguem acreditando que se manter na Série A ainda é possível:

– Antes do Fluminense, o Goiás enfrenta o Goianésia na quinta-feira, mas a prioridade é sair da zona de rebaixamento. Por isso, vamos descansar os atletas e levar uma equipe mista para o estadual, onde os jovens jogadores estão ansiosos para demonstrar serviço. Essa vitória motiva muito e nos dá confiança para voltar a Goiânia e treinar para o próximo jogo. Vontade e dedicação nunca vão faltar. Tivemos sim algumas falhas. Apesar da distância, seguimos acreditando que se manter na primeira divisão é possível. No futebol não dá pra desistir.

O próximo jogo do Esmeraldino é contra o Fluminense, no Maracanã, no próximo domingo (31). O clube precisará repetir o mesmo nível de atuação se quiser sair da situação em que se encontra na tabela.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top