Outro lado

Globo procura mais comentaristas mulheres para integrar equipe esportiva da emissora

Montagem/Divulgação

O Grupo Globo deve ir atrás de mais comentaristas e narradoras mulheres para sua equipe de transmissões.  A decisão busca aumentar a diversidade no seu quadro de contratados e também é motivado pela aceitação do público nos nomes que já trabalham na emissora, como Ana Thaís Matos e Renata Silveira. As informações são do portal Notícias da TV. 

A expectativa é de que o grupo de comunicação contrate pelo menos mais uma mulher para integrar a equipe de transmissões de futebol até o fim do ano. Além de Ana e Renata, a emissora trouxe diversos outros nomes recentemente, como Renata Mendonça, Natália Lara, Fernanda Colombo e Fabíola Andrade.

De acordo com pesquisa interna feita pelo grupo, o nome de Ana Thaís, por exemplo, é bem aceito pelo público na TV Aberta, principalmente nas classes mais populares e por mulheres que acompanham futebol . Na Globo, a jornalista participa da transmissão de jogos de futebol masculino e feminino e de um quadro semanal no programa “Encontro”, onde comenta a rodada do Brasileirão.

A busca pela diversidade entre homens e mulheres em transmissões esportivas é cada vez mais recorrente. A ESPN promoveu a primeira transmissão de NBA feita por uma equipe 100% feminina em março de 2021 e a TNT Sports contratou em setembro a primeira narradora para sua equipe esportiva.

Ainda assim, a discrepância entre a participação masculina e feminina em transmissões esportivas ainda é muito grande. Na última Copa do Mundo, em 2018 na Rússia, por exemplo, todos os narradores e comentaristas que participaram dos 64 jogos da competição no Sportv eram homens. 

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top