Campeonato Brasileiro - Série B

Gols na reta final garantem grande vitória para o Vasco em difícil duelo contra o Operário

vasco vence operário com gols de quintero e nenê
Foto: Daniel Ramalho/CRVG

Em um jogo equilibrado durante quase os 90 minutos, o Vasco, mais uma vez, aproveitou-se do talento de seu camisa 10 para vencer mais uma na Série B. Primeiro, Nenê deu a assistência para o gol de cabeça de Quintero e, depois, o próprio marcou de pênalti. Palacios, com um golaço de falta nos acréscimos, completou uma noite perfeita para o torcedor vascaíno e marcou o 3 a 0.

O placar não transmite exatamente o que vimos em campo, já que o Operário ofereceu muitas dificuldades ao Cruzmaltino durante quase todo o jogo. Mas, num intervalo de 15 minutos, o time construiu e confirmou a vitória de maneira contundente. A vitória deixou o Gigante a apenas um ponto de distância para o líder, Cruzeiro, que ainda joga na rodada. O Operário caiu para a 10ª posição e segue com 16 pontos.

+Consórcio mantém veto de partida do Vasco no Maracanã e clube protesta: ‘Postura arbitrária e ilegal’

+Torcidas organizadas do Vasco assinam Código de Conduta Ética e manifesto em apoio ao orgulho LGBTQIA+

O JOGO

O Operário portou-se mais uma vez como um “visitante indigesto” e incomodou demais o Vasco. Marcando com as linhas altas, o Fantasma atrapalhou a saída de bola do adversário e criou algumas chances através disso. O principal caminho até o gol no primeiro tempo foi pelo lado esquerdo de ataque, onde Weverton, que substituiu o lesionado Gabriel Dias, teve dificuldades pra ler as movimentações e acertar a marcação por ali.

Do lado do Vasco, além desse problema para marcar seu corredor direito, a dificuldade na parte criativa voltou a aparecer. Quando o time conseguia empurrar o Operário para seu campo de defesa, não tinha muitas soluções para balançar e furar o sistema defensivo adversário. As melhores chances saíram através de cruzamentos, alguns de Nenê e outros de Figueiredo. E, apesar de levar certo perigo dessa forma, não criou nenhuma chance clara durante os 45 minutos iniciais.

No segundo tempo, o cenário não mudou inicialmente e o Operário conseguiu, inclusive, carimbar o travessão. Vendo o time ser superado, Maurício Souza substituiu e melhorou o time. Palacios entrou na vaga de Getúlio e logo depois Raniel e Juninho foram a campo também.

Por volta dos 30 minutos, o volume de jogo do Cruzmaltino cresceu com uma chance após a outra e encurralando o Fantasma em seu campo de defesa. Nesse ritmo, o gol parecia questão e tempo e realmente era. Aos 34, Nenê cruzou após a sobra do escanteio e Quintero subiu mais alto que todos para cabecear e botar o Vasco na frente.

Pouco tempo depois, Raniel foi lançado por Anderson Conceição e dividiu com o zagueiro Ronald, que acabou tocando na bola com o braço na entrada da grande área. Após conferir no VAR, o juiz confirmou a penalidade. Nenê foi pra bola e marcou seu quarto gol na Série B.

Se a noite já estava perfeita para o torcedor de São Januário à essa altura, ficou ainda melhor depois que Palacios, já nos acréscimos, acertou um lindo chute na falta e marcou seu primeiro gol pela equipe, confirmando a vitória por 3 a 0.

AGENDA

Na próxima rodada, o Vasco vai até São Paulo enfrentar o Novorizontino na quarta-feira (29), às 21h30. Já o Operário, volta a jogar em casa e receberá a Chapecoense, na segunda (27), às 20h.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top