Grêmio

Grêmio pede exclusão do Flamengo da Copa do Brasil se houver torcida no jogo de volta

FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Nesta sexta-feira (10), o Flamengo iniciou a venda de cerca de 25 mil ingressos para o jogo de volta da Copa do Brasil contra o Grêmio, no dia 15 de setembro, no Maracanã. Entretanto, o regulamento da CBF afirmava que se o jogo de ida ocorresse sem público, a volta teria de ser da mesma maneira.

A partida de ida vencida pelo Flamengo (4×0) não teve presença de público, e, por isso, segundo informações do O Globo, o tricolor espera que a CBF se posicione contra o time carioca e até mesmo o exclua desta edição da competição.

Para saber tudo sobre o Grêmio, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

O Flamengo utiliza de uma liminar recebida pelo STJD e permissão do município para receber três ‘eventos teste’ e analisar o resultado de público nos estádios. Além da Copa do Brasil, os outros dois jogos ocorreriam no Brasileirão, sendo que os outros 19 times da Série A votaram contra a volta de torcida nos estádios no momento. Todos os clubes, inclusive o Grêmio, tentam derrubar a liminar do Flamengo e impedir que o clube carioca seja o único a receber público em seus jogos do Brasileiro.

No caso de nada ocorrer e o jogo vir a ter torcedores na arquibancada, o vice-presidente do departamento jurídico do Grêmio, Dr. Nestor Hein, se posicionou sobre o assunto e aconselhou o Grêmio a não entrar em campo caso haja torcida no estádio, já que a existência de torcedores no local iria contra as regras acordadas pela CBF.

— É uma regra que todos nós aderimos. Se o Flamengo vender ingressos e tiver torcida no Maracanã, não devemos jogar. Essa foi uma posição passada pelo departamento jurídico para a presidência — afirmou em entrevista dada à Rádio Bandeirantes RS.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top