Guarani

Guarani comenta Comissão Imobiliária e relação com Magnum; detalhes

Ricardo Miguel Moisés, presidente do Conselho de Administração, falou a respeito de dois temas importantes ao dia a dia do Guarani em entrevista na Rádio Central de Campinas.

Mandatário do Bugre reiterou relação positiva com a Magnum, responsável por arrematar o Estádio Brinco de Ouro da Princesa e por quitar pagamento mensal de R$ 350 mil – 20% é retido na fonte para aliviar as pendências na Justiça do Trabalho.

+ Guarani projeta ‘arrecadação recorde’ com patrocínio em 2021; saiba mais

“A relação com a Magnum é maravilhosa e excelente. Só temos a agradecer, que é uma parceria muito benéfica para o clube”, pontuou.

No ano passado, a empresa de Roberto Graziano depositou R$ 3,5 milhões ao Guarani, haja vista ter descontado duas parcelas – equivalente a R$ 700 mil – durante o início da pandemia de Covid-19 como forma de abater pagamentos adiantados nas gestões de Horley Senna e Palmeron Mendes Filho.

Moisés também comentou sobre a Comissão Imobiliária, criada para acompanhar os projetos de construção da Magnum relacionados à Arena, Centro de Treinamento e Clube Social – nenhuma estrutura, entretanto, sequer saiu do papel ainda.

“O Guarani elegeu um órgão e um colegiado para administrar a venda do estádio e a construção do novo CT, do novo estádio e do novo clube. Essa comissão também está se aproximando muito dos torcedores e prestando muitas informações. Então eu deixo para eles comentarem desse projeto. As informações que eu tenho é que o projeto está avançando bem e os estudos já estão bem avançados aí nesse sentido para que se comece rápida a construção dessas benfeitorias”, declarou.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top